uma parceria com o Jornal Expresso

Edição Diária >

Edição Semanal >

Assine O Mirante e receba o jornal em casa
31 anos do jornal o Mirante
Chuva não atrapalha corrida dos “15 km de Benavente”

Chuva não atrapalha corrida dos “15 km de Benavente”

Paulo Gomes e Alexandra Oliveira foram os vencedores

No dia dos “15 km de Benavente”, O MIRANTE procurou saber como é garantida a segurança dos atletas. Nem a chuva atrapalhou a corrida ganha por Paulo Gomes, atleta do clube da casa.

Edição de 02.10.2013 | Desporto
A chuva caía enquanto Joaquim Luís ajeitava as grades que separavam o troço da corrida da plateia, na tarde de 28 de Setembro. O responsável pela secção de atletismo do Clube União Artística Benaventense é o organizador dos “15 km de Benavente” e não quer deixar nada ao acaso. “Esperamos cerca de 300 atletas. Este ano temos menos afluência porque mudamos a data e a hora da prova” lamenta Joaquim e culpa as eleições autárquicas pela mudança. O percurso inclui uma volta à vila de Benavente e largos quilómetros até a freguesia de Barrosa tendo os atletas que regressar à cidade benaventense. “A segurança dos atletas é a nossa principal preocupação”, diz o organizador que está receoso pelo estado escorregadio do piso. À frente dos atletas vai a circular um motociclo, uma viatura da Guarda Nacional Republicana e uma carrinha da clube. No meio dos atletas vão estar um grupo de BTT do Grupo Desportivo de Benavente e dois ciclistas dos bombeiros.Antes da corrida principal ter início, vamos ter com Ezequiel Rodrigues, sub-chefe dos bombeiros de Benavente que está a observar a prova de iniciados. “Estamos presentes na meta com uma ambulância e com uma equipa de socorros”, informa Ezequiel. Tem sido assim todos os anos até esta 16ª edição. Os dois ciclistas e bombeiros que acompanham os atletas no percurso estão equipados com mochilas de primeiros socorros. Até a data nunca foi preciso qualquer intervenção dos elementos da corporação.O som de uma buzina indica o inicio da etapa. Os corredores federados conseguem distinguir-se pela sua posição adiantada na linha de partida. Não chove e cerca de cinquenta pessoas estão sentadas numa bancada móvel ou de pé atrás das grades para ver os desportistas. Alguns atletas mais populares ficam afastados do pelotão e cumprimentam os familiares que lhes desejam boa sorte. A prova é ganha por Paulo Gomes, atleta da casa, em 49 minutos e 24 segundos. Não bate o recorde da corrida mas o que interessa para Bruno Nepomuceno é que foi garantida a segurança. Bruno era um dos ciclistas do grupo de BTT e diz que a maior dificuldade foi a falta de paciência dos automobilistas. “Há malta que não respeita ninguém. A GNR teve que intervir várias vezes para os carros não passarem” conta o ciclista. A responsabilidade do grupo é assegurar a segurança dos atletas nos cruzamentos garantindo que os automóveis circulem durante a corrida. “Ao mínimo espaço entre os atletas os carros tentavam passar e tinham que ser parados quase à força”, critica. No final da corrida Joaquim Luís está contente e congratula-se por uma corrida sem períodos de chuva. Agora que já não existe perigo para os atletas só falta entregar os prémios.C.U.A.B vence prova de equipas Atrás de Paulo Gomes ficaram Carlos Costa do C.UA.B e João Valente do Clube Atlético de Ferreira do Zêzere. Alexandra Oliveira ganhou a prova no escalão feminino. O C.U.A.B venceu a prova por equipas às frente da Casa do Benfica em Abrantes e do Clube Desportivo e Recreativo Ribeirinho da Baixa da Banheira.A corrida foi organizada pelo clube benaventense com o apoio da Junta de Freguesia e da Câmara de Benavente. O comércio e as indústrias locais também ajudaram na divulgação do evento. Integrada na prova, houve espaço ainda para uma caminhada de cinco quilómetros. As receitas das inscrições da iniciativa da Creche e Jardim de Infância de Benavente reverteram para a construção de um novo edifício para a instituição.
Chuva não atrapalha corrida dos “15 km de Benavente”

Comentários

Mais Notícias

    A carregar...