uma parceria com o Jornal Expresso

Edição Diária >

Edição Semanal >

Assine O Mirante e receba o jornal em casa
30 anos do jornal o Mirante

Consumidores rendidos ao sabor da Sagres Radler

Mais de seis milhões de litros vendidos em quatro meses
Edição de 09.10.2013 | Economia
A Sagres Radler, cerveja Sagres com sumo de limão natural e com teor alcoólico de 2%, está a conquistar os consumidores portugueses e a superar todas as expectativas de vendas. Lançada em finais de Abril, em apenas cinco meses, já ultrapassou o volume anunciado para 2013 (de cinco milhões de litros) tendo à data mais de seis milhões de litros vendidos. É já a segunda marca mais vendida do Portfólio da Sagres. O público feminino parece ser o mais satisfeito com a nova bebida. A Sagres Radler, com origem numa receita da Baviera, que é já um sucesso em vários países da Europa, conquistou os consumidores portugueses pelo seu sabor duplamente refrescante e original. Esta grande inovação obteve, segundo fonte Nielsen, 1,9% de quota de mercado português em volume durante o mês de Agosto e uma notoriedade no mercado de cerca de 78%. Com apenas 2% de volume de álcool e uma fórmula duplamente refrescante e única pela combinação de cerveja Sagres com sumo de limão natural, a cerveja Sagres Radler é perfeita para quem aprecia bebidas mais leves e refrescantes. A Cerveja Sagres Radler, disponível em Portugal em formato six pack, garrafa e lata, passará também a estar disponível em alguns mercados internacionais, como é já o caso de Angola para onde começou a ser exportada em Setembro. Raúl Simão, responsável de Marketing da Cerveja Sagres, disse num almoço com a comunicação social que a marca já é a segunda mais vendida no Portfólio da Sagres e que o produto marca a diferença também por satisfazer um mercado onde o público feminino é o mais disponível para aceitar alternativas às cervejas tradicionais. O encontro com a comunicação social envolveu ainda o responsável de inovação de cervejas, Pedro Alves Antunes, que explicou alguns dos segredos do sucesso da nova marca e as razões do baixo grau alcoólico.Nuno Pinto de Magalhães, director de comunicação e relações internacionais da SCC elogiou o trabalho do Mestre cervejeiro ao serviço da empresa que soube estar à altura e criou uma Radler diferente daquela que se comercializa na Europa. “Há um trabalho de pesquisa e de afinação do produto que só foi possível com a intervenção de um grande cervejeiro, de alguém que sabe fazer todas estas misturas que estão na origem da Radler portuguesa”, afirmou.

Comentários

Mais Notícias

    A carregar...