uma parceria com o Jornal Expresso

Edição Diária >

Edição Semanal >

Assine O Mirante e receba o jornal em casa
30 anos do jornal o Mirante
Mário António Cantiga assume-se como autarca de consensos que não precisa de coligações para governar

Mário António Cantiga assume-se como autarca de consensos que não precisa de coligações para governar

Vencedor das eleições na União das Freguesias de Alhandra, São João dos Montes e Calhandriz preocupado com as questões sociais
Edição de 09.10.2013 | Política
A CDU ganhou a União das Freguesias de Alhandra, São João dos Montes e Calhandriz com maioria relativa mas o vencedor das eleições garante que não vai fazer coligações para governar. Mário António Cantiga considera-se um homem de consensos e isso basta para gerir a autarquia com tranquilidade e em diálogo com as restantes forças políticas. Para a maior freguesia em área no concelho de Vila Franca de Xira, Mário António Cantiga, 46 anos, diz-se um homem preocupado com as questões sociais e sensível à reabilitação urbana. Mário Cantiga ganhou a nova junta ao socialista Luís Filipe Dias por uma margem de 129 votos. “O nosso entendimento é que ganhámos e por isso merecemos ser nós a decidir os destinos da união de freguesias”, refere a O MIRANTE. Natural de Alhandra, onde reside, Mário é filho de famílias humildes e desde menino que sabe o que custa a vida. Na infância leu Marx, Engels, Alves Redol, Soeiro Pereira Gomes e “boa parte” da Bíblia. Em 1995 foi convidado para se juntar ao PCP e aceitou. Confessa que não esperava ganhar quando arrancou a campanha eleitoral, mas depois de saber os resultados da primeira mesa acreditou que a gestão da junta podia mudar. “Vou ser o presidente de todos. Foi nossa preocupação ter eleitos das três freguesias. Além de mim, que sou de Alhandra, acompanha-me a Deolinda Luís (São João dos Montes) e o António Alfredo (Calhandriz). Vamos olhar para todos da mesma forma e não vamos discriminar ninguém por não ser da CDU”, assegura.Mário Cantiga não festejou na noite eleitoral. “Só devemos festejar no fim do mandato, quando houver trabalho feito”, explica. Diz que vai estar aberto a todas as críticas e garante que as principais decisões que afectem as populações serão alvo de debate e troca pública de opiniões. A sua grande aposta será na área social. “Há situações e casos de fome em Alhandra que são gritantes e têm de ter uma resposta. Sei o que é passar dificuldades e sou uma pessoa de causas, que não consegue ver injustiças”, garante.A construção de balneários públicos em Alhandra será das primeiras obras em que se vai empenhar, apesar de haver “muito mais” por fazer no resto da nova freguesia. “Queremos sentar as pessoas e as associações para discutir os problemas e estudar as soluções. Também gostaria que a questão do teatro Salvador Marques ficasse resolvida no meu mandato”. Para o novo presidente, a vila de Alhandra está “devoluta e muito velha”. Espera conseguir colocar em prática um plano que chama de “acupunctura urbana”, que visa estabelecer pontes entre a junta, câmara e proprietários das casas devolutas com vista à sua recuperação. E conclui que quando acharem que não está a fazer bem o seu trabalho que lho digam frontalmente. Mário Cantiga toma posse no dia 17 de Outubro.Dirigente associativo, sindicalista e praticante de taekwondoMário Cantiga é técnico de electrónica na Central de Cervejas em Vialonga. É coordenador da comissão de trabalhadores daquela empresa e responsável do Sindicato dos Trabalhadores da Agricultura e das Indústrias de Alimentação, Bebidas e Tabacos de Portugal (SINTAB), do qual foi um dos fundadores. Fez parte da comissão instaladora do ressurgimento do Carnaval de Alhandra. Foi durante vários anos vice-presidente da Sociedade Euterpe Alhandrense. É casado e tem um filho com 26 anos. Nos tempos livres gosta de ler e pratica taekwondo na Euterpe. Tem uma tatuagem de um samurai no braço direito, “pelos princípios de vida dos samurais, com os quais me identifico”, partilha.
Mário António Cantiga assume-se como autarca de consensos que não precisa de coligações para governar

Comentários

Mais Notícias

    A carregar...