uma parceria com o Jornal Expresso

Edição Diária >

Edição Semanal >

Assine O Mirante e receba o jornal em casa
30 anos do jornal o Mirante
Votos brancos de Santarém chegavam para ganhar as eleições em três câmaras da região

Votos brancos de Santarém chegavam para ganhar as eleições em três câmaras da região

Abstenção e votos brancos e nulos subiram substancialmente na região entre as autárquicas de 2009 e as de 2013.

Edição de 09.10.2013 | Política
Os 1.323 votos em branco registados nas eleições autárquicas de 29 de Setembro no concelho de Santarém chegavam para ganhar as eleições para a câmara municipal em três concelhos do distrito, onde as listas vencedoras tiveram votações abaixo desse valor: Golegã (1.304 votos no PS); Sardoal (1.284 votos no PSD); e Constância (1.080 votos na CDU). E o caso da capital de distrito, em que 4,76% dos eleitores não escolheram qualquer lista, não é único. Em Ourém atingiu-se os 1111 votos em branco, em Tomar 940 e em Torres Novas verificou-se a maior percentagem (5,09%) correspondente a 870 votos.O número de votos em branco no distrito de Santarém quase duplicou de 2009 para 2013, passando de 4.638 para 8.906. O aumento ainda foi mais acentuado em relação aos votos nulos, que de 2.354 passaram para 6.889, quase triplicando. E é de salientar que o número total de votantes no distrito de Santarém até diminuiu em quase trinta mil, de 242.420 (59,93% de votantes) nas autárquicas de 2009 para 214.260 (53,68%) em 2013. Ou seja, a participação eleitoral baixou, mas o número de votos inválidos ou brancos subiu em flecha.Em termos de votos nulos, Tomar (834), Ourém (831) e Santarém (821) são os campeões pela negativa. A maior percentagem, contudo, registou-se no Entroncamento onde 3,99% (341) dos votos entrados nas urnas foram considerados inválidos. No capítulo oposto surge Coruche, onde apenas se registaram 1,79% nulos, correspondentes a 178 votos.Benavente campeão na abstençãoA abstenção ganhou bastante terreno face a 2009, havendo alguns concelhos em que nem metade do número de eleitores inscritos participou. A pior adesão às urnas foi em Benavente, onde apenas 9.399 dos 22.965 eleitores inscritos votou, o que dá uma percentagem de 40,93%. Salvaterra de Magos (45,70%) e Entroncamento (49,56%) também ficaram abaixo da fasquia dos 50 por cento. Fora do distrito, mas ainda na área de abrangência de O MIRANTE, em Vila Franca de Xira a percentagem de votantes ficou-se pelos 44,23%.No campo oposto, as maiores participações ocorreram no norte do distrito de Santarém, em Sardoal, com 73,94% e em Mação, com 72,73% de votantes. Acima da fasquia dos 60 por cento ficaram ainda Alpiarça (61,20%), Chamusca (61,36%), Constância (67,89%), Ferreira do Zêzere (66,83%) e Golegã (65,70%).
Votos brancos de Santarém chegavam para ganhar as eleições em três câmaras da região

Comentários

Mais Notícias

    A carregar...