uma parceria com o Jornal Expresso

Edição Diária >

Edição Semanal >

Assine O Mirante e receba o jornal em casa
30 anos do jornal o Mirante
Um mercado à antiga para evocar a República

Um mercado à antiga para evocar a República

Edição de 09.10.2013 | Primeiro Plano
A boina assenta-lhe que nem uma luva e, por isso, cativa a atenção de quem passa. Com apenas 8 anos, Miguel ajuda naquilo que pode na banca que foi destinada ao Rancho Folclórico da Linhaceira em mais uma edição do “Mercado da República”, certame que recria um mercado do início do século XX, na Praça da República, em Tomar, no domingo, 6 de Outubro. Bolos caseiros, pão de lenha, doçaria típica, produtos hortícolas e frutos secos foram algumas iguarias marcadas em réis mas compradas a troco de euros. O petiz é observado de perto por Rui Gonçalves e Aida Nunes, elementos do grupo etnográfico e que participaram neste certame, promovido pelo Conselho Técnico Regional dos Templários da Federação do Folclore Português há vários anos. A par de Cláudio Madeira, que ficou de fora do retrato, os dois são naturais da Chamusca e moram no Entroncamento. O gosto pelo folclore fez com que, através de terceiros, entrassem neste rancho do concelho de Tomar para não mais saírem. Por isso, na sua banca colocaram, a par das deliciosas iguarias, à venda o disco com as modas do rancho. E por isso trajaram a rigor num dia em que as temperaturas fizeram recordar um Verão fora do calendário. Elsa Ribeiro Gonçalves
Um mercado à antiga para evocar a República

Comentários

Mais Notícias

    A carregar...