uma parceria com o Jornal Expresso

Edição Diária >

Edição Semanal >

Assine O Mirante e receba o jornal em casa
31 anos do jornal o Mirante

Ponte de Abrantes entra em obras no próximo Inverno

Estradas de Portugal anuncia um investimento de 2,9 milhões de euros para requalificar a travessia sobre o Tejo. Obras deverão durar ano e meio.

Edição de 09.10.2013 | Sociedade
A empreitada de reabilitação da ponte metálica de Abrantes sobre o rio Tejo vai ter início no decorrer do primeiro trimestre de 2014 e prolongar-se-á por 18 meses, disse à Lusa fonte da Estradas de Portugal. O projecto de reabilitação, adjudicado por 2,9 milhões de euros, contempla alguns aspectos que poderão influenciar o quotidiano da comunidade e dos utilizadores habituais daquela travessia, desde logo com a interdição de circulação a veículos pesados e com a circulação para os veículos ligeiros alternada e condicionada a uma faixa de rodagem.Fonte oficial da empresa disse ainda que a intervenção a executar visa a “melhoria das condições de segurança e conforto dos utilizadores” desta ligação sobre o rio Tejo, com uma extensão de 368 metros.No âmbito da empreitada serão realizados trabalhos de fundação e reforço dos pilares, reparação e protecção da estrutura metálica e das zonas de betão armado, repavimentação e impermeabilização do tabuleiro, beneficiação do sistema de drenagem, colocação de guardas de segurança e juntas de dilatação, reparação do sistema eléctrico e substituição de todos os elementos danificados, bem como a limpeza geral da ponte.A interdição de circulação de pesados vai durar cerca de 450 dias, ou seja, mais de um ano. A interdição total da travessia decorrerá num período previsível de entre dois a três meses, no período nocturno entre as 22h00 e as 06h00, assegurando a EP a existência de desvios.O tráfego de ambulâncias terá a passagem garantida 24 horas por dia, em situação de emergência, e os transportes públicos de passageiros têm o tráfego assegurado até 20 toneladas, com excepção do período de corte total do trânsito. A circulação dos peões será sempre assegurada por um dos passeios.No decorrer das obras será necessária a desinsuflação do açude construído no rio, num período estimado entre seis a oito meses, que irá abranger os meses de Verão de 2014.Quanto ao projecto de iluminação, toda a instalação actualmente existente será substituída e serão disponibilizadas soluções que visem a sua eficiência energética. A obra inclui também a pintura da ponte.

Comentários

Mais Notícias

    A carregar...