uma parceria com o Jornal Expresso

Edição Diária >

Edição Semanal >

Assine O Mirante e receba o jornal em casa
31 anos do jornal o Mirante

Novo lar do Centro Social Interparoquial de Abrantes deve abrir em Dezembro

Equipamento envolveu um investimento de 2,3 milhões de euros e está apto a receber 72 utentes
Edição de 16.10.2013 | Sociedade
O Centro Social Interparoquial de Abrantes anunciou na segunda-feira, 15 de Outubro, a conclusão do lar Domus Pacis - Casa da Paz, situado na Encosta da Barata, em Abrantes, com previsão de entrada em funcionamento para o mês de Dezembro e a criação de entre 30 e 35 postos de trabalho.As instalações estão aptas a receber 72 utentes e serviço de apoio domiciliário para 30 utentes, resultado de um investimento de dois milhões e trezentos mil euros, comparticipado em 60% por fundos comunitários.Numa visita ao Lar Domus Pacis, acompanhado por membros da direcção do Centro Social Interparoquial de Abrantes, o cónego José da Graça, director do Centro Social Interparoquial, revelou que “a obra foi concebida a pensar nos idosos e apresenta todas as condições”, sendo uma forma de responder às necessidades sociais existentes na região e desse modo apresentar alternativas para o crescente mercado de procura.“Quero que esta obra prime pela qualidade de serviço”, garantiu a O MIRANTE o cónego José da Graça, revelando que a exigência ao nível da qualidade na prestação de serviços será fundamental. “Estas casas têm que ser marcadas por uma atitude, têm que ser sempre casas de afecto”, completou, assegurando que só assim os utentes poderão ter uma boa qualidade de vida.O espaço amplo e acolhedor é composto por quatro pisos. No rés-do-chão funciona a recepção, serviços administrativos, cozinha, zona de refeições, sala de estar e lazer e área de saúde. A cave alberga áreas das instalações de pessoal, lavandaria, serviços, apoio domiciliário, área técnica e ainda um ginásio.Os 1º e 2º andares destinam-se à zona de descanso com quartos partilhados (duplos e triplos) e privativos, área de higiene pessoal e salas de actividades. As áreas estão equipadas com elevadores e todas as instalações sanitárias beneficiam de acessibilidade para utentes com mobilidade condicionada.No exterior haverá também espaço para uma horta social, local onde os utentes poderão cultivar alimentos e usufruir de momentos de lazer.

Comentários

Mais Notícias

    A carregar...