uma parceria com o Jornal Expresso

Edição Diária >

Edição Semanal >

Assine O Mirante e receba o jornal em casa
30 anos do jornal o Mirante

Gabriel Carvalho, 34 anos

Caras do Desporto

Motociclista, Ribalama, Chamusca

Edição de 23.10.2013 | Desporto
Gabriel Carvalho tem 34 anos, é natural de Vieira do Minho, mas vive na Chamusca desde o tempo de escola primária. É praticante de motocross há mais de uma década, praticou sempre a modalidade pelo prazer de competir e como hobby. A sua vida profissional é mais importante. Mas sempre que pode está nas pistas a matar o bichinho.Como é que o motociclismo apareceu na sua vida?Comecei muito novo a andar de bicicleta, depois quando atingi a idade para isso evoluí para as motorizadas e as motos. Comecei então a participar em passeios e a dar os primeiros passos no motocross.Qual a especialidade onde se sente mais à vontade?Sou essencialmente um piloto de enduro. O motocross e supercross vou participando numa ou noutra prova, mais para manter a forma do que para vencer. No enduro sim tento sempre chegar o mais à frente possível e já consegui algumas vitórias.E ambições na modalidade?Nesta altura já não são muitas. Ir rodando por prazer e fazer o melhor possível. Vou continuar a apostar no enduro e ajudar aqui os amigos do Ribalama, porque eles merecem pelo trabalho que estão a fazer.E quedas ou acidentes graves?Já tive algumas quedas com gravidade. Traumatismos cranianos, clavículas e costelas partidas, já foram tantas que nem já as conto.É uma modalidade perigosa, não tem medo de continuar?Não. O perigo é relativo, em todas as modalidades e em toda a nossa vida o perigo está sempre presente. Mas não tenho medo em especial, gosto sobretudo de respeitar os meus companheiros de prova e isso tem sido fundamental para continuar a competir.E o trabalho não fica para trás?Não. O amor que tenho pela modalidade nunca colocou em causa o meu trabalho. Mesmo nas alturas em que estive de baixa o trabalho esteve sempre bem presente.E as namoradas não se queixam?Não. A minha namorada também gosta de motos, não é condutora, mas apoia-me e vem muitas vezes às provas para me incentivar.

Comentários

Mais Notícias

    A carregar...