uma parceria com o Jornal Expresso

Edição Diária >

Edição Semanal >

Assine O Mirante e receba o jornal em casa
30 anos do jornal o Mirante
Hélder Esménio aposta em consensos e toma posse em Salvaterra afastando coligações com a oposição

Hélder Esménio aposta em consensos e toma posse em Salvaterra afastando coligações com a oposição

O novo presidente diz que o programa socialista é gerador de consenso entre os vereadores
Edição de 23.10.2013 | Política
O novo presidente da Câmara de Salvaterra de Magos, Hélder Esménio (PS), disse no final da cerimónia de tomada de posse que não se pretende coligar com nenhum partido e que vai assentar a sua gestão no diálogo e na procura de consensos.O autarca, que vai governar sem maioria absoluta, está convencido que são mais os eleitos da oposição “que não concordam com a anterior gestão do Bloco de Esquerda” do que aqueles que não concordam com o programa socialista e que por isso será possível construir entendimentos. “Sabemos que temos de dialogar com a oposição e tentar a cada momento encontrar o maior consenso possível. Coligações não. Vamos tentar governar no dia a dia e perceber até que ponto outros colegas da vereação estão disponíveis para ajudar a resolver os problemas”, disse Esménio no final da sessão.O autarca tomou posse, juntamente com os restantes eleitos, na noite de 18 de Outubro no auditório da Escola Profissional de Salvaterra de Magos, que se encheu para aplaudir a mudança de rumo na gestão do município. Presente na bancada do Bloco de Esquerda estava a presidente cessante, Ana Cristina Ribeiro, que passou a cerimónia de rosto cerrado e distribuiu poucos sorrisos.No seu primeiro discurso enquanto presidente, Hélder Esménio admitiu que as palavras bonitas não são o seu forte e que em vez disso vai apostar em fazer “bom trabalho” em prol do concelho. Salientou a importância de construir entendimentos na assembleia municipal e na câmara e lamentou que o município tenha cada vez menos dinheiro para ajudar as populações. A captação de investimento, melhorar a qualidade da prestação de cuidados de saúde no concelho e apostar no turismo foram apontados como as prioridades para Salvaterra nos próximos quatro anos. “A partir de hoje a câmara é a vossa casa e serão sempre bem-vindos. Cabe-nos agora cuidar dela”, disse.Tomaram posse como vereadores, além de Hélder Esménio, os socialistas João Oliveira e Helena das Neves. O executivo é ainda composto por Manuel das Neves e Luís Gomes (Bloco de Esquerda), Orlando Garcia (CDU) e Francisco Pereira (coligação PSD/CDS).Na ocasião tomaram também posse os novos presidentes de junta, Vítor Monteiro (União de Freguesias da Glória e Granho), Fátima Gregório (Marinhais), César Diogo (Muge) e Manuel Bolieiro (União de Freguesias de Salvaterra e Foros). A mesa da assembleia municipal, resultante de uma única lista apresentada pelo PS, é presidida por Francisco Madelino (PS) e tem como secretários Francisco Cristóvão (PS) e João Oliveira e Sousa (PSD/CDS). A lista foi aprovada com 14 votos favoráveis, oito contra e três brancos.
Hélder Esménio aposta em consensos e toma posse em Salvaterra afastando coligações com a oposição

Comentários

Mais Notícias

    A carregar...