uma parceria com o Jornal Expresso

Edição Diária >

Edição Semanal >

Assine O Mirante e receba o jornal em casa
30 anos do jornal o Mirante
Júlia Amorim promete lutar contra encerramento de serviços públicos em Constância

Júlia Amorim promete lutar contra encerramento de serviços públicos em Constância

Autarca emocionou-se na tomada de posse ao recordar o facto de ser a primeira mulher a liderar a autarquia
Edição de 23.10.2013 | Política
A primeira mulher a presidir à Câmara Municipal de Constância, Júlia Amorim (CDU), assegurou “verticalidade e integridade” durante os quatro anos de mandato que tem pela frente, sempre com “realismo e consciência das dificuldades do presente” e prometeu lutar para que o concelho não perca serviços de proximidade como as Finanças, Conservatória, Segurança Social e serviços de saúde.Júlia Amorim dará continuidade ao projecto que a CDU tem colocado em prática no município e que, de acordo com a autarca, contribuiu para a melhoria das condições de vida da população, resultado traduzido na consagração que confere Constância como o melhor concelho do distrito e sétimo do país em termos de qualidade de vida.Os órgãos autárquicos eleitos a 29 de Setembro em Constância tomaram posse no sábado, 19 de Outubro, nos Paços do Concelho. O novo elenco camarário é composto por Júlia Amorim, Arsénio Cristóvão, Daniel Martins (CDU), António Luís Mendes e Natércio Candeias (PS).Júlia Amorim reforçou a importância do pluripartidarismo dos órgãos autárquicos alertando para a importância dos partidos de oposição se afastarem do “criticismo estéril e da retórica inconsequente”.“Espero lealdade e cooperação que ultrapasse a conflitualidade verbal prejudicial aos interesses dos munícipes”, alertou Júlia Amorim na sua primeira intervenção como presidente da Câmara Municipal de Constância.A autarca não antevê um mandato fácil, tanto pela crise social e económica que o país atravessa, como também pelo “aprofundamento de um processo de destruição do poder local democrático que retira às autarquias recursos humanos, financeiros e autonomia”.Promover o desenvolvimento económico e empregabilidade, o fomento da participação da população no desenvolvimento do concelho, nomeadamente através do apoio às colectividades, instituições de solidariedade social e às paróquias serão outros dos vectores primordiais durante o mandato.Determinada em trabalhar pelo progresso do município e pretendendo “fazer de Constância cada vez mais um concelho reconhecido e prestigiado no país”, Júlia Amorim emocionou-se ao frisar o facto de ser a primeira mulher a tomar as rédeas da autarquia, aproveitando ainda a ocasião para relevar a importância da promoção da igualdade de oportunidades.António Mendes (CDU) foi reeleito presidente da assembleia municipal. Rui Ferreira e Rosário Martins são os secretários que o acompanham.
Júlia Amorim promete lutar contra encerramento de serviços públicos em Constância

Comentários

Mais Notícias

    A carregar...