uma parceria com o Jornal Expresso

Edição Diária >

Edição Semanal >

Assine O Mirante e receba o jornal em casa
31 anos do jornal o Mirante
Paulo Queimado promete diálogo e transparência na Câmara da Chamusca

Paulo Queimado promete diálogo e transparência na Câmara da Chamusca

O discurso de tomada de posse do novo presidente foi curto, porque “a hora é de trabalho e união”
Edição de 23.10.2013 | Política
O novo presidente da Câmara Municipal da Chamusca, Paulo Queimado (PS), garantiu que os próximos quatro anos serão pautados pela “verdade, transparência, rigor, trabalho e honestidade, feito de consensos, de partilhas e discussões saudáveis e frutuosas, de medidas cujo objectivo seja o do bem estar da população e não dos interesses partidários, porque as pessoas estão sempre em primeiro lugar”.A cerimónia de tomada de posse teve lugar no Salão Nobre da Câmara da Chamusca no final da tarde de sexta-feira, 18 de Outubro. Largas dezenas de pessoas não abdicaram de assistir de pé à posse do novo executivo camarário composto por Paulo Queimado (PS), Cláudia Moreira (PS), Francisco Matias (CDU), Manuela Marques (CDU) e Aurelina Rufino (PSD).As pessoas que assistiram à curta cerimónia tiveram ainda a possibilidade de assistir à despedida de Sérgio Carrinho, o homem que presidiu aos destinos da autarquia nas últimas três décadas. Foi uma despedida simples, com poucas palavras. “Quero agradecer a ajuda que tive de dezenas de autarcas com quem trabalhei ao longo destes longos anos, também à população que me deu a sua confiança. Aos que agora entram desejo as melhores felicidades. Não vão ter uma tarefa fácil, o momento é difícil, mas estou certo de que com a ajuda de todos vão conseguir gerir o município com rigor e transparência”, disse, sendo aplaudido de pé pelos presentes.Paulo Queimado falou então para agradecer a todos os que cessaram funções e felicitar todos os que tomaram posse. Relembrou que os cinco executivos de junta irão ter um papel fundamental na gestão do território do concelho. E garantiu que está consciente das dificuldades por que todos estão a passar e um trabalho redobrado, espírito de entrega e de dedicação, pedindo a maior disponibilidade e entrega de todos os membros do executivo, “independentemente da cor política, porque as pessoas estão sempre em primeiro lugar”.Paulo Queimado garantiu que o tempo das grandes obras já passou. “Mas temos de mover todos os esforços para que seja resolvido o problema das acessibilidades no concelho e da travessia do Tejo”, referiu, garantindo ainda que “não vamos esquecer as políticas sociais, de educação e habitação social”.“Vivemos uma conjuntura económica difícil, mas cabe à autarquia continuar a desempenhar um papel activo na vida dos seus cidadãos. Por isso iremos continuar a apoiar as escolas, os clubes, as associações e as colectividades, dentro das nossas possibilidades, bem como as instituições de solidariedade social, porque elas trabalham com pessoas. E as pessoas estão sempre em primeiro lugar”, disse com convicção.Seguiu-se depois a tomada de posse dos eleitos da assembleia municipal e a eleição da mesa. Apenas o PS apresentou uma lista, que recebeu 14 votos a favor e seis votos em branco. Francisco Velez mantém o lugar de presidente e fica a ser secretariado por António José Moreira e Alexandra Dias.
Paulo Queimado promete diálogo e transparência na Câmara da Chamusca

Comentários

Mais Notícias

    A carregar...