uma parceria com o Jornal Expresso

Edição Diária >

Edição Semanal >

Assine O Mirante e receba o jornal em casa
30 anos do jornal o Mirante
Motoclube de Alverca está sempre disposto a trabalhar em prol da população

Motoclube de Alverca está sempre disposto a trabalhar em prol da população

Todos os anos os sócios fazem um desfile de pais Natal distribuíndo prendas pelas instituições
Edição de 23.10.2013 | Sociedade
Os sócios do Motoclube de Alverca não se limitam a andar de mota e participar em concentrações e estão sempre disponíveis para colaborar em iniciativas de solidariedade e actividades em prol das populações. Actualmente com 235 sócios dos quais quase metade são mulheres (40%) os dirigentes do motoclube desmistificam a ideia que as pessoas têm dos motards realçando que são pessoas pacíficas e leais. Algumas actividades do motoclube já fazem parte do calendário das iniciativas marcantes do concelho de Vila Franca de Xira. Como é o caso do desfile de pais Natal de mota no qual são entregues prendas a várias instituições. Os motards têm também um papel de destaque nas Alverquíadas, iniciativa com várias actividades desportivas que congregam as várias colectividades e instituições da freguesia. Ivo Vilaça, vogal da direcção, salienta que o motoclube está sempre disposto a dar mais à sociedade e que não rejeitam um pedido de ajuda.O presidente do motoclube, Miguel Ferreira, diz que existe na sociedade uma ideia formatada dos grupos de motards que não corresponde à realidade. “Somos bastante pacíficos e em 15 anos numa tivemos nenhuma zaragata”, realça. O presidente do conselho fiscal, Pedro Gonçalves, salienta que no grupo a porta está fechada à deslealdade e a comportamentos menos próprios. A sede apresenta-se como um espaço de família e é costume Pedro levar a filha de 11 anos. “Jogamos às cartas, temos sempre música ambiente e vemos jogos de futebol”, diz.A colectividade foi fundada por sete elementos em 1999 e tem a porta aberta a quem quiser entrar. Quem quiser ser associado paga uma jóia de 15 euros e depois as quotas mensais de 2,5 euros. Já o direito a usar o dorsal com o símbolo do motoclube é diferente. A direcção, e todos os membros, avaliam o comportamento e o empenho colocado na associação por parte dos sócios, durante um determinado período. Só depois é endereçado um convite para que usem o dorsal e procede-se ao baptismo. “Damos este tempo de reflexão para que a própria pessoa veja se gosta disto ou não” explica Miguel Ferreira.Um dos momentos mais importantes do motoclube é a sua concentração anual. Na última estavam representados 56 motoclubes de todo o país. A sede do Motoclube de Alverca fica na Estrada da Alfarrobeira e está aberta às quintas-feiras, das 21h00 às 24h00, às sextas das 21h00 as 4h00 e aos sábados e domingos das 14h00 às 24h00.
Motoclube de Alverca está sempre disposto a trabalhar em prol da população

Comentários

Mais Notícias

    A carregar...