uma parceria com o Jornal Expresso

Edição Diária >

Edição Semanal >

Assine O Mirante e receba o jornal em casa
30 anos do jornal o Mirante
A contar trocos

A contar trocos

Edição de 30.10.2013 | O Cartoon da Notícia
Os vereadores da oposição na Câmara de Azambuja ficaram indignados com o facto do presidente do município, Luís de Sousa, ter ficado com o pelouro das finanças. Para os vereadores da coligação Pelo Futuro da Nossa Terra e da CDU a área financeira da autarquia devia ser responsabilidade de todos. É verdade que no mandato passado as contas da autarquia se descontrolaram e talvez por isso Luís de Sousa devesse contratar os vereadores da oposição para o ajudarem a fazer as contas. Os vereadores da coligação Pelo Futuro da Nossa Terra avisaram que a decisão “centralizadora” do presidente terá “consequências no futuro”. Caso a pretensão dos autarcas da oposição fosse avante o presidente não poderia comprar um rolo de papel higiénico ou uma saca de cimento sem primeiro pedir licença aos vereadores que compõem o executivo. Se já há quem se queixe que as reuniões de Azambuja demoram muito tempo - entre duas a três horas - basta imaginar o que aconteceria se para comprar uma embalagem de canetas fosse necessário haver um debate...
A contar trocos

Comentários

Mais Notícias

    A carregar...