uma parceria com o Jornal Expresso

Edição Diária >

Edição Semanal >

Assine O Mirante e receba o jornal em casa
30 anos do jornal o Mirante
Quentinhas e boas em...Vila Franca

Quentinhas e boas em...Vila Franca

Edição de 30.10.2013 | Primeiro Plano
Quando chega a Outubro João Mendes instala-se no largo da Estação de Vila Franca de Xira com sua banca de venda de castanhas assadas. O vendedor ambulante, de 57 anos, reside em Mafra e faz diariamente 110 quilómetros até à cidade. É assim há nove anos quando enveredou por esta actividade. Escolheu fazer a venda em Vila Franca numa passagem pela cidade e pensou logo que seria um bom local para o negócio pela sua localização central e por ser um sítio de passagem de muitas pessoas. De segunda a sexta-feira, entre as 14h00 e as 19h30 até Janeiro, ou Março se houver castanhas em fartura, lá está o vendedor a apregoar as quentes e boas. Na banca de aço inox com duas rodas, o assador assa as castanhas com o calor do carvão. Num recipiente há sal grosso para temperar as castanhas golpeadas que ficam prontas em cinco minutos. O vendedor consegue assar 10 a 12 dúzias de uma vez, se necessário. Saem a dois euros a dúzia. Os cartuchos são feitos com as tradicionais páginas amarelas. Num dia razoável João Mendes vende cerca de 50 dúzias. O pregão só é utilizado quando há muita gente a transitar de e para a estação. vai gritando “Quentinhas e boas” ou às vezes só “Quentinhas” para ser mais rápido. Elisiário Bretão é um dos clientes e leva uma dúzia para “agradar à esposa”. O negócio de família dura há quase 15 anos. Antes de João Mendes, já a sua esposa Elizabete vendeu castanhas assadas. Ricardo Carreira
Quentinhas e boas em...Vila Franca

Comentários

Mais Notícias

    A carregar...