uma parceria com o Jornal Expresso

Edição Diária >

Edição Semanal >

Assine O Mirante e receba o jornal em casa
30 anos do jornal o Mirante
Alunos de Mação brilham em competição europeia

Alunos de Mação brilham em competição europeia

Edição de 30.10.2013 | Sociedade
Andreia, Ângelo, Beatriz e Miguel têm 17 anos e estudam na Escola Secundária de Mação. Juntos decidiram colocar em prática o seu talento, criatividade e, apetência empreendedora e impulsionados pelos professores, participaram no projecto StartUp-EU, um jogo pedagógico ao qual concorreram mais de quatro centenas de estudantes do ensino secundário de diferentes países da União Europeia. A sua ideia, designada Power Energy, que passa pela criação de um sistema para carregar dispositivos electrónicos sem a utilização de energia eléctrica e sem recurso a fios, foi a grande vencedora.“Estava na cama a ouvir música, comecei a pensar nisso e fui logo partilhar a ideia com os meus pais”, confidenciou Ângelo, o mentor da ideia, revelando que a família a achou interessante, mas na altura não passava de uma ideia vaga. Tudo começou a ganhar forma quando partilhou esse pensamento com o amigo Miguel Pina.“O que nós queríamos fazer era um dispositivo semelhante a um router wi-fi, só que em vez de transmitir rede de internet era energia. Resumindo: não tínhamos que andar sempre com fios atrás”, revelou Ângelo Martins, explicando que seria um método muito mais prático de carregar telemóveis, computadores e outros dispositivos.Na altura, estes alunos do Curso Profissional Técnico de Marketing recorreram à directora de turma, Isabel Cardoso, com quem partilharam a hipótese. A professora sugeriu-lhes que levassem a ideia mais longe e inscreveram-se no StartUp-EU, nunca prevendo que iriam fazer parte dos seis finalistas, onde competiram directamente com duas equipas de alunos de Espanha, duas da Letónia e uma da Polónia. E muito menos pensaram que pudessem sagrar-se vencedores dessa competição europeia. A turma, à época ainda a frequentar o 11º ano, mobilizou-se e dividiu-se em grupos, mas foi o projecto Power Energy, destes quatro alunos, que foi galgando etapas e acabou por conquistar o pódio e levar o nome da Escola Secundária de Mação além-fronteiras.“É sempre bom este reconhecimento, principalmente para eles, porque aumenta a auto-estima e fez com que eles acreditem nas suas capacidades”, refere José António Almeida, director do Agrupamento de Escolas Verde Horizonte, sedeado em Mação. “Para a nossa escola também é um reconhecimento dos investimentos que temos feito na educação para o empreendedorismo”, completa.No mesmo sentido se pronuncia Andreia Bessa, em nome dos alunos que guardam orgulhosamente os diplomas recebidos no dia 3 de Outubro, no Porto . “Sentimo-nos muito felizes os quatro, porque somos reconhecidos e isso também ajuda a decidir o que queremos para o futuro e a subir a auto-estima”. Para além do reconhecimento internacional, os quatro vencedores receberam um certificado e um prémio monetário. O Agrupamento de escolas teve ainda direito a um estudo de caso na área do empreendedorismo pela promotora do concurso European Business & Innovation Centres Network (EBN).A ideia extremamente ambiciosa ainda não passa do papel, mas com o reconhecimento alcançado neste concurso europeu, os alunos, agora no 12º ano, esperam um dia poder ver o seu projecto desenvolvido tecnicamente. José António Almeida revelou a O MIRANTE que há já algumas instituições disponíveis para apoiar e desenvolver tecnicamente a ideia, nomeadamente uma universidade escocesa.
Alunos de Mação brilham em competição europeia

Comentários

Mais Notícias

    A carregar...