uma parceria com o Jornal Expresso

Edição Diária >

Edição Semanal >

Assine O Mirante e receba o jornal em casa
30 anos do jornal o Mirante

Cantora Cristina Branco já vai poder receber medalha atribuída há seis anos pela Câmara de Almeirim

Edição de 06.11.2013 | Sociedade
A medalha de honra da cidade que a Câmara de Almeirim atribuiu há seis anos à cantora Cristina Branco irá ser entregue à artista em breve, garante o novo presidente do município, Pedro Ribeiro. O executivo aprovou em Julho de 2007 distinguir a artista depois de uma recomendação da assembleia municipal que ficou marcada pela polémica abstenção da bancada do PSD de então. Ribeiro diz que vai falar com o vereador da área e acertar a melhor forma de cumprir a decisão da autarquia. Recorde-se que Cristina Branco recebeu o prémio Personalidade do Ano 2006 numa iniciativa de O MIRANTE.Em Março do ano passado, cinco anos depois, o então presidente do município, Sousa Gomes, disse a O MIRANTE que a situação não estava esquecida. E garantia que ia ordenar aos serviços municipais que fizessem um levantamento de todas as distinções aprovadas para mandar fazer as medalhas. Mas o mandato acabou e a distinção não foi entregue. Recorde-se que a proposta de condecorar a cantora de Almeirim não teve a concordância dos três eleitos do PSD na assembleia por causa da entrevista que Cristina Branco tinha dado a O MIRANTE e que foi publicada em 27 de Dezembro de 2006. Um depoimento onde a artista dizia que Almeirim não era a melhor terra do mundo. A situação criou algum mal-estar até porque no dia da assembleia a artista dava o último de dois concertos de solidariedade na cidade a favor do Centro de Recuperação Infantil de Almeirim (CRIAL). Sobre a posição dos sociais democratas a cantora veio na altura lamentar o facto de a “considerarem indigna de merecer a consideração pública do lugar onde nasci pelo crime de lesa-pátria de não ter «vendido» Almeirim como «a terra mais bela do mundo», quando seguramente - e nada tendo contra a cidade e os seus filhos - essa não é decerto a sua verdade última e soberana, excepto no território da demagogia e da hipocrisia”.

Comentários

Mais Notícias

    A carregar...