uma parceria com o Jornal Expresso

Edição Diária >

Edição Semanal >

Assine O Mirante e receba o jornal em casa
30 anos do jornal o Mirante

Tigres apelam a redução de castigo de 15 meses de suspensão aplicado a João Silva

Edição de 13.11.2013 | Desporto
O Hóquei Clube Os Tigres está a apelar para que o castigo de 15 meses de suspensão aplicado ao jogador sénior João Silva seja reduzido. A direcção do clube de Almeirim já apelou a várias entidades porque gostaria de utilizar o jogador, que só pode jogar em Março do próximo ano, já este mês de Novembro. O clube considera a pena demasiado pesada e uma injustiça atendendo à infracção. O atleta foi penalizado por ter entregado fora do prazo, cerca de uma semana depois, o comprovativo de morada na Adop, o organismo de controlo do doping. Para o presidente de “Os Tigres” um castigo destes “corta as pernas” a um jovem jogador que já foi campeão europeu de hóquei em patins. Luís Miguel Batista considera que se deve penalizar mas que as instituições também devem ter em atenção que com penas pesadas “também se podem perder talentos do desporto”. O castigo é muito superior a outros que são aplicados por exemplo em casos de agressões em campo. Luís Miguel Batista diz que um jogador do Porto apanhou metade da pena por ter dado uma morada errada, salientando que os clubes mais pequenos são mais penalizados. “Há atletas de outras modalidades apanhados com doping que não têm um castigo tão grande”, sublinha o presidente do clube, questionando os critérios de aplicação das penas. Luís Miguel Batista considera que reduzir-se a pena a João Silva, conhecido por Janeca, era uma forma de se pôr alguma justiça no caso. O jogador tem treinado com a equipa mas não pode alinhar nos jogos.

Comentários

Mais Notícias

    A carregar...