26º Aniversário | 20-11-2013 15:11

Marca de tradição e qualidade

A Marca Mação simboliza toda a força e exaltada riqueza que esta terra tem para oferecer. Representa, acima de tudo, o orgulho de oferecer produtos genuínos e de qualidade capazes de levar o nome do concelho ao resto de país e do mundo. A sua divulgação e a aposta num selo comum são o expoente máximo da projecção dos nossos produtos e da “arte de fazer” que fomos construindo e aperfeiçoando ao longo dos séculos. O presunto é o principal emblema de Mação, não só pelo facto de se concentrar na área do concelho cerca de 70% da produção nacional, mas especialmente pelo cunho e propriedades únicas que lhe são conferidas pelas características climáticas associadas a uma ancestral sabedoria na sua delicada manipulação. Trata-se de um produto certificado que se caracteriza pelo seu baixo teor de sal e ausência completa de fumo, preparado em modernas unidades industriais. Tem um sabor “sui generis”, extremamente intenso e agradável, bem como de elevada suculência.Através da degustação dos chouriços, morcelas, farinheiras, mouros, cacholeiras, linguiças, salpicões, paios, painhos e lombos ou dos ensacados como os maranhos e o bucho poderá experimentar a variedade dos paladares das nossas carnes e comprovar a secularidade e grandiosidade da nossa cultura.A apicultura é uma das mais ancestrais e vitais actividades do sector primário do nosso concelho, imortalizada no brasão heráldico concelhio. O mel de Mação apresenta-se em três categorias: mel de urze ou queiró, mel de rosmaninho e mel multifloral. Com evidentes diferenças na textura, cor e flavor, o mel de Mação reúne, porém, a qualidade intrínseca da natureza ainda incólume no requinte do seu paladar.A olivicultura constitui ainda a principal cultura agrícola de Mação, assumindo um papel de enorme relevância no sector primário do nosso concelho. A tradicional azeitona galega é a responsável por um dos mais específicos, finos e aromáticos azeites que pode encontrar no nosso país.Nesta marca Mação reconheça o amarelo-torrado do mel que adoça o esverdeado do azeite e exalta o vermelho das carnes. É esta a nossa Marca, é esta a nossa Cultura, é esta a nossa Identidade!Mação, cujo foral remonta aos séculos XIII-XIV, situa-se bem no centro do País. Toda a área do concelho constitui riquíssima zona paleontológica e arqueológica, com vestígios da Idade do Bronze, Idade do Ferro e sobretudo Romanos. Estas enriquecedoras multiculturalidade e diversidade contribuíram decerto para a especificidade desta terra, tão cheia de usos, costumes e tradições.

Mais Notícias

    A carregar...

    Edição Semanal

    Edição nº 1356
    20-06-2018
    Capa Vale Tejo
    Edição nº 1356
    20-06-2018
    Capa Médio Tejo