uma parceria com o Jornal Expresso

Edição Diária >

Edição Semanal >

Assine O Mirante e receba o jornal em casa
30 anos do jornal o Mirante

Município de Vila Franca admite concessionar piscinas de Calhandriz a instituições do concelho

Edição de 20.11.2013 | Sociedade
A solução para rentabilizar as piscinas municipais de Calhandriz, que só funcionam no Verão, passa por concessionar a sua exploração a colectividades e instituições de solidariedade que estejam interessadas. O equipamento custou 560 mil euros e estão grande parte do ano sem utilização por falta de utentes. O presidente da Câmara de Vila Franca de Xira, Alberto Mesquita, mostra-se disponível para apreciar propostas de colaboração que venham a ser entregues por instituições do concelho.Alberto Mesquita reconhece que todas as parcerias que permitam ter o equipamento a trabalhar em prol da população são bem-vindas. O autarca respondia a uma questão colocada pelos vereadores da CDU, sobre a possibilidade de uma associação do concelho se estar a preparar para gerir aquele equipamento. Mesquita negou conhecer esse facto mas abriu a porta a propostas que venham a surgir. As piscinas de Calhandriz foram construídas em 2002 e fecharam em 2011 porque só tinham cinco utilizadores por dia. A autarquia posteriormente decidiu abrir o espaço apenas no Verão. A medida teve em conta os elevados custos de manutenção que ascendiam a 86 mil euros anuais. Dinheiro em grande parte gasto no gás necessário para aquecer a água. O equipamento foi feito no âmbito das compensações da empresa de valorização de resíduos Valorsul pela instalação do aterro sanitário do Mato da Cruz e pelo trânsito diário de dezenas de camiões carregados de resíduos.

Comentários

Mais Notícias

    A carregar...