uma parceria com o Jornal Expresso

Edição Diária >

Edição Semanal >

Assine O Mirante e receba o jornal em casa
30 anos do jornal o Mirante
Unidos na vida pessoal e também na vida profissional

Unidos na vida pessoal e também na vida profissional

Bruno Duarte e Vanessa Duarte são os sócios-gerentes da Frutiservice que se dedica à gestão de condomínios e limpezas

O casal foi ganhando traquejo na sua actividade empresarial no terreno. No primeiro ano fizeram mais de duas centenas de reuniões de condomínio o que lhes deu experiência.

Edição de 27.11.2013 | Identidade Profissional
Bruno Duarte, 36 anos, e Vanessa Duarte, 26 anos, são casados, têm uma filha e além disso também partilham a vida profissional. Ambos são os sócios-gerentes da empresa Bruno Duarte - serviços de limpeza e gestão unipessoal Lda, também conhecida como Frutiservice. A firma começou a trabalhar na área de gestão de condomínios e limpeza há cerca de quatro anos, em Almeirim, onde funciona o escritório. Começaram por gerir cerca de 60 prédios. Actualmente são responsáveis por 130 prédios em Almeirim, Fazendas de Almeirim, Santarém, Cartaxo e Alpiarça e todos os meses vão aumentando o número de clientes.São os responsáveis por toda a gestão inerente a um prédio. Todos os meses pagam as contas da água, electricidade e fazem a manutenção dos edifícios assim como também são responsáveis por manter o prédio limpo, dispondo da sua própria equipa de funcionárias de limpeza. “Se o elevador está avariado somos nós que contactamos a empresa de manutenção. Se uma lâmpada está fundida somos nós que trocamos. Se o portão da garagem ou a porta de entrada não funciona bem, somos nós que resolvemos esses assuntos”. Também dispõem apenas do serviço de limpezas, em escritórios, armazéns, limpezas de fim de obras e em casas particulares.Foi Bruno Duarte que arrancou com este negócio. Quando saiu da tropa, em 1999, queria trabalhar por conta própria e decidiu pedir ajuda à Nersant - Associação Empresarial da Região de Santarém para que o apoiassem no arranque da sua actividade profissional com a sua empresa de limpezas. O projecto correu bem e, em 2009, quando adquiriu a Frutiservice (que era um dos fornecedores da sua empresa) Vanessa Duarte juntou-se ao marido, depois de terminar a licenciatura em contabilidade, e alargaram a abrangência da empresa à gestão de condomínios.Desde Outubro que Vanessa Duarte acumula a administração da empresa com um novo desafio. Concorreu à Junta de Freguesia de Póvoa da Isenta, no concelho de Santarém, e venceu. A nova presidente da Junta da Póvoa da Isenta confessa que está um bocadinho “assustada”, sobretudo com a carga horária, mas confiante e cheia de coragem para enfrentar o desafio e poder contribuir para ajudar os seus conterrâneos a melhorar e desenvolver a sua terra natal. “Há que arregaçar as mangas e trabalhar. Não tenho tempo para ter medo porque as coisas têm que se fazer”, afirma com convicção.O casal foi ganhando traquejo na sua actividade empresarial no terreno. No primeiro ano fizeram mais de duas centenas de reuniões de condomínio o que lhes deu experiência. Garantem que o primeiro ano foi de muita aprendizagem. “As coisas têm corrido bem. Se assim não fosse não tínhamos tantos prédios administrados por nós e não estaríamos a crescer todos os meses como está a acontecer”, refere Bruno Duarte. O objectivo da sua empresa é libertar os seus clientes de todos os encargos inerentes a um condomínio. A única obrigação dos condóminos é pagarem a mensalidade. Bruno Duarte e Vanessa Duarte confessam que nos últimos tempos tem havido um aumento do número de pessoas com dificuldade em pagar. “Quando acontecem atrasos telefonamos, mandamos email ou cartas. Fazemos tudo para que o assunto não tenha que ir para o advogado. Muitas dessas pessoas confessam-nos que o dinheiro não chega para pagar as contas. Vão pagando um mês a água, no outro a luz, no outro o condomínio. Algumas comprometem-se mas depois pedem-nos desculpa e dizem que não têm dinheiro. Tem sido difícil e temos que saber gerir muito bem esta situação”, afirmam.Com uma equipa de 17 funcionários, consideram que o segredo do sucesso da sua empresa, que tem conseguido manter, e em alguns meses aumentar, a facturação, deve-se ao facto de terem uma boa equipa, não baixarem os braços perante as adversidades e trabalharem muito e sempre com muito empenho. “Para a frente é que é o caminho e temos que lutar para continuar a trabalhar. Não podemos parar porque parar é morrer”, concluem, sorridentes.
Unidos na vida pessoal e também na vida profissional

Comentários

Mais Notícias

    A carregar...