uma parceria com o Jornal Expresso

Edição Diária >

Edição Semanal >

Assine O Mirante e receba o jornal em casa
30 anos do jornal o Mirante
Os dois primos já se destacam no desporto nacional

Os dois primos já se destacam no desporto nacional

Aos oito anos de idade Afonso joga no Benfica e Marta faz esqui a nível internacional

O desporto federado nacional tem cada vez mais atletas da região a sobressaírem em diversas modalidades. Esta é a história de duas crianças de oito anos, residentes nos concelhos do Cartaxo e Santarém, que se destacam. Afonso Machado e Marta Carvalho fazem desporto porque gostam e querem chegar longe.

Edição de 04.12.2013 | Desporto
Afonso Machado e Marta Carvalho são primos direitos e têm oito anos. Afonso reside no concelho do Cartaxo e Marta vive em Santarém. Até aos três brigavam como gatos assanhados. Aos quatro faziam tropelias nos intervalos das provas do Challenger da Nersant - Associação Empresarial e já praticavam actividades radicais. Desciam o rio Zêzere e o Tejo em canoas, faziam rappel, slide e pontes suspensas e surpreendiam adultos ao lançarem-se em slide desde os pilares da ponte de Constância. Agora brilham no desporto nacional, nomeadamente no futebol e esqui.O percurso de Afonso Machado, de Vila Chã de Ourique, começa nas escolas de formação do Estrela Ouriquense, onde se evidencia. Dois anos depois, aos seis anos, é convidado para participar nos treinos de captação do Sport Lisboa e Benfica. Os treinadores reconheceram-lhe potencial para a modalidade. Fica em observação durante seis meses até que, aos sete anos, surge o convite para ingressar na equipa dos sub-8 do clube encarnado. Há dois anos que faz o sacrifício de se deslocar a Lisboa três vezes por semana para treinar, além dos jogos ao sábado e por vezes ao domingo. Tem consciência que o funil do recrutamento de futebol de formação é muito estreito mas não desiste do sonho de um dia ser profissional. Afonso sabe que em qualquer altura poderá ser substituído na equipa base do Benfica, se porventura for descoberta e recrutada outra criança com melhor potencial de progressão. Nada que o perturbe ou incomode. Já aguentou duas épocas e continua com grande evolução. Viu partir colegas e ainda continua com a posição consolidada. A quem lhe fala no assunto responde de forma convicta: “Se o Benfica me dispensar não há problema. Vou para o Chelsea. O Mourinho já me viu jogar e disse que me leva”. Da sua experiência desportiva destaca dois momentos. Uma foi no dia da assinatura do contrato, quando os treinadores o levaram à noite até ao centro do Estádio da Luz (a Catedral). Confessa que lhe tremiam as pernas quando olhou para as bancadas. O outro foi quando recebeu uma distinção das mãos do presidente Luís Filipe Vieira na gala do Benfica. “Fiquei muito nervoso”, conta. A iniciação de Marta Carvalho no esqui acontece aos quatro anos, numa estância dos Alpes, num curso ministrado pela École Française de Ski. O primo Afonso também lá esteve mas detestou a experiência e nunca mais quis ver neve. Ela aguentou o sofrimento e o sacrifício das primeiras aulas.Chorou por causa do frio e por estar durante uma semana num curso com colegas estrangeiros com os quais não trocava uma única palavra mas não desistiu. Evoluiu depressa e aos seis anos descia qualquer pista preta (pista com grau de dificuldade elevado) que lhe aparecesse pela frente.Ao contrário de Afonso Machado, que se dedicou por inteiro ao futebol, Marta Carvalho passou por várias outras modalidades. Experimentou a equitação durante dois anos tendo-a trocado pela patinagem artística que continua a praticar no Hóquei Club de Santarém. Também gosta de praticar atletismo, nomeadamente salto em comprimento e corridas de velocidade mas dispõe de pouco tempo para frequentar regularmente a Escola de Atletismo Rui Silva onde está inscrita. Actualmente Marta Carvalho é atleta federada de esqui. A escolha definitiva da modalidade para que tem melhores aptidões aconteceu depois de um dia de treino à experiência na pista sintética de Manteigas. Nessa altura ingressa na equipa de competição do principal clube de ski de Portugal: o Ski Club de Vale do Formoso. Todos os domingos, e às vezes aos sábados, enquanto os amigos dormem, levanta-se às 6h30 da manhã, faz 450 Km para treinar em Manteigas ou na Torre da Serra da Estrela. Já disputou uma prova do Campeonato Nacional ficando em 2º lugar no escalão dos sub-10. Durante esta época terá provas em Portugal, Espanha e França. Diz que gostava de evoluir muito e ficar próxima dos tempos da campeã nacional, Joana Santos.Para os que acham que as crianças sofrem uma pressão exagerada ao entrar tão cedo em competições de alto nível, resta acrescentar que os primos atletas não são pressionados por ninguém e que se dizem felizes com a situação que estão a viver.
Os dois primos já se destacam no desporto nacional

Comentários

Mais Notícias

    A carregar...