uma parceria com o Jornal Expresso

Edição Diária >

Edição Semanal >

Assine O Mirante e receba o jornal em casa
31 anos do jornal o Mirante
Cemitério de Castanheira já só tem três campas livres e a solução é instalar gavetões

Cemitério de Castanheira já só tem três campas livres e a solução é instalar gavetões

Investimento de 170 mil euros é criticado por alguns populares que preferiam o alargamento do espaço
Edição de 04.12.2013 | Sociedade
Em Castanheira do Ribatejo, localidade com oito mil habitantes no concelho de Vila Franca de Xira, o cemitério já só tem três campas disponíveis. O presidente da junta de freguesia, Luís Almeida, diz estar muito preocupado com a situação de ruptura do espaço. Sobretudo porque, segundo as estatísticas, é entre Dezembro a Março que se regista o maior volume de mortalidade na freguesia. A solução de recurso para evitar problemas é colocar gavetões no espaço, situação que está a ser tratada pela câmara municipal. A instalação dos gavetões com capacidade para 177 corpos representa um investimento de cerca de 170 mil euros. Espera-se que nas primeiras semanas do próximo ano esta solução já esteja a funcionar. “O ideal seria fazer um cemitério novo mas nas condições financeiras actuais isso será quase impossível. Esta é uma solução que permitirá dar ao cemitério uma folga considerável para os próximos anos. Só se tivermos uma epidemia é que essa folga desaparecerá”, explica o presidente da câmara, Alberto Mesquita (PS).Já há quatro anos que se vinha alertando para a situação do cemitério mas só agora a câmara resolveu atacar o problema. “É lamentável que a câmara não se lembre que o cemitério da Castanheira precisa de ser alargado. Só agora, em última instância, é que vem tudo a correr meter uns gavetões”, critica Gomes Pedro, morador na localidade em declarações a O MIRANTE. Para Beatriz Rosa, de 79 anos, a situação é revoltante. “Deviam fazer um novo cemitério. Agora as pessoas que morrerem não podem ser enterradas. Isso não é justo, ninguém quer colocar os seus familiares defuntos em gavetões”, opina.Este não é o único cemitério do concelho que se encontra em ruptura. Nas Cachoeiras o cemitério existente também já tem falta de espaço e necessita de obras urgentes. O próprio cemitério da sede do concelho, Vila Franca de Xira, enfrenta dificuldades de espaço e tem pouco para onde crescer. Neste último caso a única forma encontrada pela câmara para resolver o problema foi a utilização de um pequeno lote de terreno onde colocou gavetões. No início deste ano a câmara previa que o cemitério da cidade “enchesse rapidamente”.
Cemitério de Castanheira já só tem três campas livres e a solução é instalar gavetões

Comentários

Mais Notícias

    A carregar...