uma parceria com o Jornal Expresso

Edição Diária >

Edição Semanal >

Assine O Mirante e receba o jornal em casa
31 anos do jornal o Mirante
Cabeleireiro apanha ladrão e leva-o para o estabelecimento até o entregar à polícia

Cabeleireiro apanha ladrão e leva-o para o estabelecimento até o entregar à polícia

Ladrão estava em liberdade condicional e tinha acabado de roubar uma mulher pelo método do esticão em Alhandra
Edição de 11.12.2013 | Sociedade
Um cabeleireiro de Alhandra agarrou um assaltante que estava em liberdade condicional e que tinha acabado de cometer um roubo por esticão a uma mulher que passava na rua. Vive agora com medo de represálias mas não se arrepende do que fez e de ter permitido que o criminoso voltasse à prisão tornando as ruas da localidade do concelho de Vila Franca de Xira mais seguras. O destemido cidadão, de 38 anos, não quer que se saiba o seu nome e tem receio de mostrar a cara mas contou a história a O MIRANTE. Estava a cortar o cabelo a um cliente no dia 4 de Dezembro quando ouviu uma mulher a gritar. Largou a tesoura e correu para a rua perseguindo o assaltante. Este acabou por cair e facilitou o trabalho ao cidadão perseguidor. Conta que a primeira reacção que teve foi a de agarrar o ladrão sem pensar que este pudesse ter uma pistola ou uma faca. Arriscou a vida por impulso. Depois chamou as autoridades e a polícia chegou de imediato detendo o assaltante de 48 anos. O cabeleireiro nunca tinha sido vítima de assalto ou de tentativa de roubo e não tem qualquer preparação ao nível de defesa pessoal. Reconhece que terá agido porque se lembrou que há umas semanas a sua sogra também tinha sido assaltado pelo método do esticão. Depois de agarrar o ladrão, que diz não ter oferecido resistência, levou-o para dentro do estabelecimento. “Ele disse-me que queria pedir desculpas à senhora, mas eu respondi que as desculpas se evitavam”, conta.A chegada da polícia causou um grande aparato no local. O ladrão foi transportado para a esquadra e foi presente ao Tribunal de Vila Franca de Xira no dia seguinte. Está preso preventivamente. Tanto a mulher de 50 anos como a filha que a acompanhava agradeceram a iniciativa do cabeleireiro o que segundo ele, foi suficiente. Quando a situação ficou resolvida, o cabeleireiro voltou para o estabelecimento e finalizou o corte de cabelo. Confessa que apesar de temer eventuais represálias, voltaria a fazer exactamente o mesmo. “Em Alhandra está a haver mais assaltos do que é normal”, aponta o cabeleireiro que admite que só com a ajuda da comunidade é que certas situações se resolvem.
Cabeleireiro apanha ladrão e leva-o para o estabelecimento até o entregar à polícia

Comentários

Mais Notícias

    A carregar...