uma parceria com o Jornal Expresso

Edição Diária >

Edição Semanal >

Assine O Mirante e receba o jornal em casa
30 anos do jornal o Mirante
Unidade de Cuidados Continuados para pessoas com demência inaugurada em Fátima

Unidade de Cuidados Continuados para pessoas com demência inaugurada em Fátima

Novo equipamento no concelho de Ourém dispõe de 30 camas para acolher utentes que necessitem de cuidados de longa duração e ainda 20 camas de reabilitação.

Edição de 11.12.2013 | Sociedade
A cidade de Fátima conta desde sábado, 7 de Dezembro, com uma Unidade de Cuidados Continuados especialmente direccionada para pessoas com demência. O equipamento, designado por “Unidade de Cuidados Continuados Integrados (UCCI) Bento XVI”, foi inaugurado pelo ministro da Saúde, Paulo Macedo, na tarde de sábado, na localidade de Cabeço de Moinhos, Fátima. Pertença da União das Misericórdias Portuguesas, a unidade dispõe de 30 camas de tipologia de longa duração e manutenção e 20 camas de tipologia de média duração e reabilitação. A UCCI representa um investimento de 4 milhões de euros, com um apoio de 750 mil euros ao abrigo do Programa Modelar, tendo sido equipada para dar resposta a doentes que tenham indicação para integrar a Rede Nacional de Cuidados Continuados Integrados e possam ter associada Demência. “Um investimento tão significativo quanto este só acontece uma vez numa geração num concelho. Trata-se de uma unidade especial, destinada a utentes que padecem de doenças neuro-degenerativas, sendo uma das primeiras deste género no país.”, frisou o ministro da Saúde, Paulo Macedo, acrescentando que, como tal, esta não é apenas mais uma inauguração. “Um dia de festa para a União das Misericórdias Portuguesas, para as respostas sociais em Portugal e para o município de Ourém que tem como um dos seus princípios ser um município de excelência social “, reiterou Paulo Fonseca (PS), presidente da Câmara Municipal de Ourém.Depois do bispo de Leiria-Fátima, D. António Marto, ter procedido à bênção do equipamento, um projecto do arquitecto Elói Castro, seguiu-se a visita ao edifício. O presidente da União de Misericórdias Portuguesas, Manuel de Lemos, agradeceu o empenho de todos os que contribuíram para a concretização do projecto. “A saúde dos cidadãos exige proximidade e proximidade é uma das marcas genéticas do Movimento das Misericórdias”, disse. Autarca reitera desejo de ver utentes de Ourém serem atendidos em LeiriaO presidente da Câmara de Ourém, Paulo Fonseca (PS) aproveitou a presença do ministro da Saúde, Paulo Macedo, na inauguração de sábado para apelar a que se “sente consigo a dialogar” para resolver um problema grave, que tem em mãos, na área da saúde. Os utentes de Ourém têm, pela área de residência, como referência o Centro Hospitalar do Médio Tejo, que agrega os hospitais de Tomar, Abrantes e Torres Novas, mas Paulo Fonseca não concorda. O autarca frisou que Ourém é um dos maiores municípios de toda a região, que recebe cerca de 5 milhões de visitantes por ano devido a Fátima, e é um município carenciado em matéria de saúde. “Isto resolve-se sem mais um cêntimo de investimento. Temos aqui ao lado um hospital público, em Leiria, mas temos que deslocar os nossos cidadãos para o concelho de Abrantes, a setenta quilómetros. O que lhe peço, senhor ministro, é que nos possamos sentar à mesa, dialogar e consertar respostas mais eficientes para termos aqui um município de excelência social”, disse. A questão não é nova mas voltou à baila recentemente quando, na última reunião de câmara, o vereador da Coligação Ourém Sempre (PSD-CDS/PP) Luís Albuquerque, anunciou que existe uma circular interna do Hospital de Leiria (Centro Hospitalar Leiria-Pombal) - com data de 4 de Novembro de 2013 - que refere que os utentes de Ourém podem ser atendidos quando chegam a este hospital por via da “urgência” e não por ser o hospital de referência. Luís Albuquerque considera que, com esta missiva, “Leiria reconhece que tem condições para receber os utentes de Ourém”. Surpreendido com o facto, Paulo Fonseca mostrou-se satisfeito com a decisão mas lamentou não ter sido informado pelas entidades competentes.
Unidade de Cuidados Continuados para pessoas com demência inaugurada em Fátima

Comentários

Mais Notícias

    A carregar...