uma parceria com o Jornal Expresso

Edição Diária >

Edição Semanal >

Assine O Mirante e receba o jornal em casa
30 anos do jornal o Mirante
Sofia Vieira em destaque na Selecção Nacional de Futsal feminino

Sofia Vieira em destaque na Selecção Nacional de Futsal feminino

No regresso a casa, a atleta destaca as excelentes condições do Centro de Estágio de Rio Maior

Natural de Rio Maior, onde começou a dar os primeiros toques na bola, Sofia Vieira é uma das jogadoras em destaque na Selecção Nacional de Futsal Feminino, que esteve no Complexo Desportivo de Rio Maior, preparando a sua participação no IV Torneio Mundial, a decorrer em Espanha entre 14 e 20 de Dezembro.

Edição de 18.12.2013 | Desporto
Sofia Vieira desde muito jovem que vive a sua paixão pelo desporto, começando pela prática do atletismo mas também pela natação, andebol e basquetebol, até optar pelo futebol e futsal. Era uma assídua presença entre os que assistiam aos treinos das selecções jovens de futebol que por Rio Maior têm passado ao longo destes anos, chegando mesmo a receber camisolas de jogadores que notavam a sua regular presença e a sua paixão pelo chamado desporto rei.Começou a praticar futebol no Alcobertas Futebol Clube, passando depois em Portugal pelo Núcleo Sportinguista de Rio Maior (NSRM), o C.D. Cartaxo, Academia Torrejana e Sport Lisboa e Benfica, teve ainda uma primeira experiência no futsal espanhol alinhando no FSF Mostoles e em 2009 assinou pelo Atlético de Madrid para jogar na equipa de futebol de 11.Na altura Sofia Vieira, que em Portugal jogava futsal ao nível de clubes e futebol de onze ao nível da Selecção Nacional, garantia que sentia que o futsal já não a satisfazia e por isso queria jogar futebol de onze, e o convite para jogar no Atlético de Madrid veio completar esse desejo. Sofia Vieira foi jogando as duas vertentes da modalidade, ainda no Atlético de Madrid, no Navalcarnero e Universidade Alicante. E agora com 26 anos, joga no Sinnai, clube Italiano da primeira divisão de futsal, onde já esta época conquistou a Supertaça. Quer num país quer no outro a atleta portuguesa foi sempre uma das melhores marcadoras de golos da competição.Para o futuro não descurou a sua formação profissional e académica. Enquanto jogou em Espanha concluiu uma Licenciatura em Ciências da Actividade Física e do Desporto (Universidade Autónoma de Madrid) e um mestrado em Rendimento Desportivo e Saúde (Universidade Miguel Hernández).No NSRM foi treinada por Mónica Jorge, actual directora da Federação Portuguesa de Futebol (FPF), que em Rio Maior iniciou a sua carreira profissional, após a formação na Escola Superior de Desporto. Foi Mónica Jorge e outros responsáveis do NSRM que tiveram uma influência decisiva para que Sofia Vieira acabasse por optar e apostar no futebol. No Benfica conquistou três campeonatos nacionais e atingiu o top do futsal feminino, passando a ser presença assídua nas convocatórias para as selecções nacionais. Foi com apenas 15 anos que registou a primeira chamada a uma Selecção Nacional de Futebol de 11, atingindo mais de 30 internacionalizações. Com a aposta recente por parte da FPF no projecto do futsal feminino, foi por esta modalidade que Sofia Vieira optou em definitivo, sendo presença constante nas convocatórias e jogos internacionais. Actualmente atravessa uma boa fase da sua carreira, com ambição para o campeonato italiano, e para o Torneio Mundial, sempre com o objectivo de vencer, consciente do difícil caminho para esse sucesso. A atleta garante que o regresso a Portugal será só para defender as cores da Selecção Nacional. “O regresso definitivo é algo que não está nos meus planos, dado que a nível competitivo e económico ainda nos falta muito para atingir o que existe em Espanha e Itália. Mas como é óbvio se em Portugal existissem condições para regressar teria muito gosto em fazê-lo”.Embora já tenha tido uma experiência como treinadora, quando estava no Atlético de Madrid treinou uma equipa de escolinhas, Sofia Vieira dizia que ainda não sabia se ia ser uma futura treinadora, agora já com o curso tirado e o mestrado feito, garante apenas que “de certeza vai ficar para sempre ligada ao desporto, porque o desporto é a minha vida”.Neste regresso à cidade onde nasceu Sofia Vieira destaca a influência que o Complexo Desportivo de Rio Maior teve na sua vida. “Desde muito jovem que assisti a uma grande evolução no Complexo. Foi muito bom para Rio Maior ter começado a dar condições aos atletas. Têm vindo aqui selecções e atletas de todo o mundo”. Sendo uma jogadora que já passou por muitos países, que conhece outros locais onde já treinou e estagiou, afirma sentir-se contente por estar a fazer a preparação em Rio Maior, que oferece as melhores condições. “Aqui, para o futsal, temos os Pavilhões muito próximos, temos uma série de condições que é muito complicado encontrar noutros sítios”, disse em declarações ao site das DESMOR.
Sofia Vieira em destaque na Selecção Nacional de Futsal feminino

Comentários

Mais Notícias

    A carregar...