uma parceria com o Jornal Expresso

Edição Diária >

Edição Semanal >

Assine O Mirante e receba o jornal em casa
30 anos do jornal o Mirante

Pai agride funcionário de escola de Abrantes à cabeçada

Edição de 18.12.2013 | O Mirante dos Leitores
Não se resolvem problemas à cabeçada. Só se agravam. Que rico exemplo deu este pai ao seu filho e aos outros jovens colegas do mesmo. Mesmo que o senhor tivesse razão não devia agredir ninguém. E por falar em exemplo, que castigo exemplar será dado ao senhor pela justiça portuguesa. Educar pelo exemplo é a melhor forma de educar...ou deseducar. Carlos Quarenta anos depois do 25 de Abril os responsáveis pela gestão e legislação deste País ainda não sabem conviver com a democracia e daí o contínuo receio de serem acusados de tomar medidas que os associem ao regime político anterior tendo diminuído a autoridade das entidades policiais e civis.Quem se lembra da autoridade de professores, directores e reitores que sem ferir era eficaz para manter a disciplina nas escolas e o respeito de pais e encarregados de educação.E ninguém se lembra de ver agentes policiais e militares da GNR serem desrespeitados sem que de imediato tivessem exemplar tratamento.Com certeza que a autoridade pode ser excessiva e com abusos e no regime anterior até servia como forma de submissão pelo medo, mas em sistemas democráticos se as leis forem as adequadas e redigidas correctamente e correctamente interpretadas e cumpridas só os não cumpridores têm a temer.Os estúpidos receios de conexão ao regime ditatorial de Salazar e Caetano têm promovido a brandura da autoridade e as consequências são a marginalidade nacional e a turística, a violência de famílias desestruturadas e a rebeldia dos jovens aproveitarem as facilidades para ganharem asas desgovernadas e perigosas!Manuel Peñascoso

Comentários

Mais Notícias

    A carregar...