uma parceria com o Jornal Expresso

Edição Diária >

Edição Semanal >

Assine O Mirante e receba o jornal em casa
30 anos do jornal o Mirante
Autarca acusa PSP de só andar nas ruas de Alhandra para fazer trabalhos gratificados

Autarca acusa PSP de só andar nas ruas de Alhandra para fazer trabalhos gratificados

Presidente da junta de freguesia preferia ter a GNR a patrulhar toda a freguesia

Edição de 18.12.2013 | Sociedade
O novo presidente da União das freguesias de Alhandra, São João dos Montes e Calhandriz não está contente com o trabalho da Polícia. Mário Cantiga acusa a PSP de se empenhar pouco na redução da criminalidade que, alerta, está em números assustadores. E diz que os polícias só andam na rua a fazer gratificados, trabalho realizado fora das horas de serviço por conta de empresas ou entidades públicas. O autarca está tão desiludido com a PSP que até disse em declarações a O MIRANTE que preferia que a união de freguesias fosse patrulhada pela GNR na sua totalidade. Recorde-se que a PSP patrulha a vila de Alhandra e a GNR tem a responsabilidade sobre São João dos Montes e Calhandriz. “Há verdades que têm de ser ditas. Só sentimos a polícia na rua quando é preciso fazer um buraco. E estão lá porque nos estão a cobrar qualquer coisa”, critica. Apesar dos números da polícia apontarem para uma baixa criminalidade em Alhandra, Mário Cantiga diz que esses são “números do Governo” e que a PSP “tem de dizer que tudo está mais seguro”, quando na realidade não é isso “que se vê todos os dias” na vila. O autarca diz que ainda não expôs as suas preocupações ao comando da PSP porque ainda não foi possível marcar uma reunião por incompatibilidades de agenda. “Estamos a atravessar um momento muito mau, com assaltos violentos, assaltos a residências em plena luz do dia e assaltos a comerciantes”, nota. Apesar de estar satisfeito com o trabalho da GNR o novo presidente da junta diz que “não é aceitável” que o posto mais próximo se situe na Castanheira do Ribatejo, a quase 20 quilómetros. “Estamos muito satisfeitos com a GNR, tem feito um trabalho exemplar, mesmo estando longe. Ninguém está satisfeito com a PSP”, conclui. Este ano a PSP registou 148 crimes em Alhandra, 593 em Vila Franca de Xira, 629 em Alverca, 509 na Póvoa de Santa Iria, 93 no Sobralinho e 229 crimes no Forte da Casa. A PSP de Vila Franca de Xira recusou comentar o assunto.
Autarca acusa PSP de só andar nas ruas de Alhandra para fazer trabalhos gratificados

Comentários

Mais Notícias

    A carregar...