uma parceria com o Jornal Expresso

Edição Diária >

Edição Semanal >

Assine O Mirante e receba o jornal em casa
31 anos do jornal o Mirante

Município faz levantamento dos edifícios degradados no concelho de Ourém

Edição de 18.12.2013 | Sociedade
O município de Ourém está, desde o mês de Outubro, a proceder ao levantamento cadastral dos edifícios degradados no concelho. Os dados obtidos vão ser usados na elaboração da carta de susceptibilidade de colapso dos edifícios no âmbito da revisão do PDM (Plano Director Municipal) e na identificação de edifícios degradados, devolutos e não devolutos. O objectivo é aplicar a redução de 30 por cento das taxas urbanísticas como uma das medidas de incentivo à reabilitação urbana implementada pelo actual executivo municipal.Segundo informação do gabinete de comunicação da autarquia, até agora foram analisados 365 edifícios, tendo sido identificados 59 como ruínas ou em perigo de colapso para a via pública, nas freguesias de Nossa Senhora das Misericórdias, Nossa Senhora da Piedade, Fátima e União de Freguesias de Gondemaria e Olival. Definiram-se como prioritários os centros históricos e conjuntos do património arquitectónico civil, assim como as cidades e vilas do concelho.Em relação à carta de susceptibilidade de colapso de edifícios, os serviços da autarquia vão efectuar o levantamento de edifícios em risco de colapso nas restantes sedes de freguesia (centros populacionais): Alburitel, Caxarias, Freixianda, Ribeira do Fárrio e Formigais, Rio de Couros e Casal dos Bernardos, Atouguia, Espite, Urqueira, Matas e Cercal e Seiça.Em relação aos incentivos à reabilitação urbana, o município está a efectuar o levantamento dos edifícios degradados ou devolutos em todo o concelho.

Comentários

Mais Notícias

    A carregar...