uma parceria com o Jornal Expresso

Edição Diária >

Edição Semanal >

Assine O Mirante e receba o jornal em casa
31 anos do jornal o Mirante

Cidadão foi à Assembleia de Freguesia de Vila Franca criticar director da biblioteca

Presidente da junta também não gostou da decisão de Vítor Figueiredo
Edição de 23.12.2013 | Sociedade
Um residente em Vila Franca de Xira foi à última sessão pública da assembleia de freguesia da cidade criticar a decisão do director da biblioteca municipal por não ter adquirido o livro “As 50 sombras de Grey”. David Nunes pediu aos eleitos que tentem “saber qual o estatuto desse senhor” e qual o seu poder para “fazer a triagem entre o que deve ou não ser adquirido e com que critérios”. David Nunes mostrou-se chocado com o facto de haver “um senhor que se arroga no direito de decidir se um livro deve ou não ser lido” pelos utentes da biblioteca. Considerou a situação como um acto de censura e defendeu que se trata de uma questão “perigosa”. O presidente da junta, Mário Calado, concordou que a decisão de Vítor Figueiredo, responsável da biblioteca, “é complicada” e que também ele “não partilha” da opinião do responsável, que não quis adquirir o livro alegando que este é de má qualidade. “Quando se vê televisão, se não se gostar de um programa desliga-se ou muda-se de canal. Não se mantém a televisão fora de casa”, comentou Mário Calado. Recorde-se que há três semanas o director das bibliotecas do concelho de Vila Franca disse a O MIRANTE não ter adquirido para as bibliotecas o livro erótico “As 50 sombras de Grey”, de E.L.James, que tem sido um sucesso de vendas mundial, por considerar que o livro é “intragável”.

Comentários

Mais Notícias

    A carregar...