uma parceria com o Jornal Expresso

Edição Diária >

Edição Semanal >

Assine O Mirante e receba o jornal em casa
31 anos do jornal o Mirante

Seis borregos mortos e roubados em Santarém

Já é a segunda vez em dois anos que o proprietário é alvo da acção dos ladrões
Edição de 23.12.2013 | Sociedade
Seis borregos foram roubados de uma propriedade situada na Estrada do Poço Recto por detrás da Casa do Campino, em Santarém, na sexta-feira, 20 de Dezembro, entre as 19h00 e as 20h30. Esta é já a segunda vez que o proprietário se vê confrontado com uma situação semelhante. O MIRANTE esteve no local na tarde de sábado e na estrada ainda se encontravam vestígios do sangue dos animais que foram chacinados no curral e arrastados já sem vida pelos larápios até à estrada principal onde terão sido carregados num veículo. “Meteram as ovelhas e os borregos, todos dentro do curral, fecharam a porta e depois lá dentro agarraram seis borregos mataram-nos, sangraram-nos e depois trouxeram-nos de rojo”, disse a O MIRANTE o proprietário Júlio Coelho, 77 anos, visivelmente consternado. Só na manhã de sábado, 21, a família se deparou com a situação e chamou de imediato as autoridades que estão a investigar o caso. “Esta já não é a primeira vez que me fazem uma coisa destas, há dois anos aconteceu exactamente o mesmo”, recordou desolado Júlio Coelho, afirmando que o modo de actuação foi o mesmo com a diferença de que este ano os larápios partiram os cadeados do portão. O prejuízo anda entre os 400 e os 500 euros, mas para o proprietário para além do valor monetário está também em causa a dedicação que vai depositando ao longo dos anos nesta actividade para depois de um dia para o outro sentir que perdeu um pedaço do que tem conseguido construir. “Custa muito assistir a esta situação”, diz Júlio Coelho, confessando que nunca conseguiu matar nenhum animal.Júlio Coelho desconfia que a rotina da família estava sob vigilância, uma vez que foi aproveitado um período do dia em que nem o proprietário, nem o sobrinho, este último residente no local, se encontravam presentes. Este será um Natal mais triste para a família que só queria ver responsabilizados os autores pelos seus actos.

Comentários

Mais Notícias

    A carregar...