uma parceria com o Jornal Expresso

Edição Diária >

Edição Semanal >

Assine O Mirante e receba o jornal em casa
30 anos do jornal o Mirante
Foi-se o hotel e ficou o enorme buraco no centro de Vila Chã de Ourique

Foi-se o hotel e ficou o enorme buraco no centro de Vila Chã de Ourique

Cratera do tamanho de um campo de futebol vai continuar a manchar paisagem
Edição de 30.12.2013 | Sociedade
O segundo maior buraco do concelho do Cartaxo, a seguir às contas da câmara, como lhe chama o vereador do PSD, Vasco Cunha, situa-se em Vila Chã de Ourique. É uma enorme cratera no centro da localidade e para onde estava prevista a construção de um hotel que dificilmente será tapada nos tempos mais próximos. A empresa promotora do investimento, Quatro Âncoras, está em dificuldades tendo há dois meses sido requerida a insolvência depois de passar por um Processo Especial de Revitalização. Em 2011 a empresa de investimentos imobiliários, turísticos e agrícolas entregou um processo de licenciamento na Câmara do Cartaxo. O projecto de arquitectura foi aprovado em 2012. Entretanto começaram as escavações no local mas a Quatro Âncoras nunca apresentou os projectos de especialidade. O que levou agora o município a aprovar a caducidade do processo de arquitectura, por já se terem esgotado os prazos legais. A Divisão de Urbanismo do município notificou a empresa para exercer o seu direito de audiência prévia em Agosto de 2013 mas não recebeu resposta. Dois meses depois foi requerida a insolvência no Tribunal do Cartaxo. Entre os credores estão bancos, Finanças, Segurança Social, uma empresa de engenharia e consultoria, entre outras. A situação faz prever que o buraco do tamanho de um campo de futebol e com uma profundidade equivalente a três andares vá permanecer por muito tempo.O vice-presidente da Câmara do Cartaxo, Fernando Amorim, reconhece que neste momento a empresa “não tem condições para repor o terreno como estava pelo menos de forma célere e rápida”. À autarquia resta fazer valer a sua posição para acabar com o mamarracho recorrendo à via judicial. O que também não garante uma intervenção em curto espaço de tempo. Vasco Cunha considera que é urgente “acautelarem-se todos os problemas de segurança, tudo o que tem a ver com a boa vizinhança, tudo o que tem a ver com os impactos ambientais”. Fernando Amorim revela que a protecção civil municipal tem feito visitas ao local para avaliar os perigos para a segurança.
Foi-se o hotel e ficou o enorme buraco no centro de Vila Chã de Ourique

Comentários

Mais Notícias

    A carregar...