uma parceria com o Jornal Expresso

Edição Diária >

Edição Semanal >

Assine O Mirante e receba o jornal em casa
30 anos do jornal o Mirante
Vila Franca de Xira foi o município da AML que mais recebeu de fundos comunitários

Vila Franca de Xira foi o município da AML que mais recebeu de fundos comunitários

Presidente do município fez o balanço de um ano de mandato e falou da obra feita

Município vai discutir em breve o plano e orçamento para o próximo ano. Uma situação que obrigará Alberto Mesquita a negociar com a oposição que está em maioria no executivo.

Edição de 29.10.2014 | Sociedade
O município de Vila Franca de Xira foi aquele que, dos 18 municípios da Área Metropolitana de Lisboa (AML), mais verba executou do Quadro de Referência Estratégica Nacional, num valor a rondar os 19 milhões e 394 mil euros. Os dados constam do site do QREN e foram avançados pelo presidente do município, Alberto Mesquita (PS), no discurso de balanço do primeiro ano de mandato. Ao todo Vila Franca de Xira foi o município da AML que mais verba recebeu, per capita, dos fundos comunitários. Um valor a rondar os 141 euros. Segundo o autarca, esses valores “comprovam a nossa vontade e capacidade de aproveitar todos os fundos europeus postos à nossa disposição para realizar investimento, qualificar o território e mudar a vida às pessoas”. E isso é algo que Mesquita garante “continuar a fazer” nos três anos que se seguem. O autarca diz que é preciso começar a preparar o próximo quadro comunitário de apoio e informou que foi dada continuidade à elaboração de um estudo de estratégia de reabilitação urbana, que constituirá “um documento base impulsionador da acções a desenvolver” na regeneração urbana do concelho. No balanço do primeiro ano de mandato, Alberto Mesquita evitou falar do que falta fazer no concelho e elencou um rol de trabalhos feitos e promessas cumpridas, entre escolas, acções culturais e apoios dados a instituições da terra. Prometeu continuar a pressionar o Ministério da Educação para resolver os problemas da Escola Secundária Gago Coutinho e da EB2,3 de Vialonga e notou que, no último ano, houve transferências para as associações do concelho na casa dos 800 mil euros. Uma verba que, se a oposição permitir, se repetirá no próximo orçamento. No último ano a câmara aprovou transferências de 3,5 milhões de euros para as juntas de freguesia do concelho.“É sempre possível inovar, melhorar e estimular novas parcerias em prol do futuro da população do concelho”, frisou o autarca, dias antes da discussão do plano e orçamento para o próximo ano, a primeira prova de fogo de Mesquita, que terá de negociar com a oposição - em maioria no executivo - o orçamento do próximo ano.A oposição, pela voz de Nuno Libório, da CDU, considerou o balanço do mandato feito pelo presidente como sendo um discurso “de fantasia” e “negação da realidade”.
Vila Franca de Xira foi o município da AML que mais recebeu de fundos comunitários

Comentários

Mais Notícias

    A carregar...