uma parceria com o Jornal Expresso

Edição Diária >

Edição Semanal >

Assine O Mirante e receba o jornal em casa
30 anos do jornal o Mirante
“Oportunidades de emprego não podem ser desperdiçadas”

“Oportunidades de emprego não podem ser desperdiçadas”

Secretário de Estado do Emprego, Octávio Oliveira, esteve em Santarém na assinatura de protocolos de cooperação entre IEFP e 75 entidades de todo o país

Edição de 29.07.2015 | Economia
“A prioridade das prioridades do actual Governo é combater o desemprego. Começam agora a surgir algumas oportunidades de emprego e trabalho. O problema é que há dificuldades em preencher algumas vagas, nomeadamente nas áreas da informática, robótica, cerâmica, têxtil, entre outras. As oportunidades de emprego não podem ser desperdiçadas e é este problema que temos que combater”. As palavras são do secretário de Estado do Emprego, Octávio Oliveira, que marcou presença na assinatura dos protocolos de cooperação entre o Instituto de Emprego e Formação Profissional (IEFP) e 75 entidades de todo o país especializadas em prestação de serviços de apoio técnico de projectos para a criação de empresas e microempresas.Estes protocolos visam a integração na rede de Entidades Prestadoras de Apoio Técnico (EPAT). A Associação Empresarial da Região de Santarém - Nersant e a Aciso - Associação Empresarial de Ourém/Fátima foram as entidades da região de Santarém que assinaram os protocolos de cooperação. A cerimónia decorreu no Convento de São Francisco, em Santarém, no dia 22 de Julho. O investimento nesta rede EPAT representa cerca de 1,1 milhões de euros em 2015 e 3,3 milhões de euros em 2016. No total vão ser abrangidos cerca de 2400 projectos em dois anos, no âmbito do Programa de Apoio ao Empreendedorismo e à Criação do Próprio Emprego e do Programa Investe Jovem. A novidade destes protocolos de cooperação é que será dado apoio técnico prévio à aprovação do projecto de criação de empresa. Anteriormente esse apoio técnico era feito apenas depois da sua aprovação. No entanto o apoio só será pago se o projecto for aprovado.Jorge Gaspar referiu, durante a sua intervenção, que a criação e promoção de emprego são transversais à sociedade e que o IEFP é co-responsável da política de criação de emprego. “Quando celebramos acordos no IEFP fazêmo-lo assumindo que temos relações de igual para igual com os nossos parceiros. No IEFP não sabemos fazer tudo sozinhos, mas para fazermos melhor precisamos de parcerias e é isso que estamos a fazer aqui hoje”, reforçou. A presidente da direcção da Nersant, Salomé Rafael, elogiou as parcerias entre a Associação Empresarial da Região de Santarém e o IEFP. “É cada vez mais importante avaliar o trabalho no terreno e felizmente isso tem acontecido ultimamente, o que facilita o nosso trabalho para percebermos o que corre bem e menos bem e com que entidades”, sublinhou.Com estes protocolos, o IEFP reconhece a importância de reforçar as suas respostas às iniciativas de empregabilidade no âmbito das medidas e programas de empreendedorismo de que é organismo executor, promovendo uma acção integrada com as entidades especializadas neste domínio. O objectivo é estimular a criação de empresas/micro negócios sustentados e, consequentemente, potenciar o tecido empresarial local e regional.
“Oportunidades de emprego não podem ser desperdiçadas”

Comentários

Mais Notícias

    A carregar...