uma parceria com o Jornal Expresso

Edição Diária >

Edição Semanal >

Assine O Mirante e receba o jornal em casa
30 anos do jornal o Mirante
Cobras e ratos em jardim no Forte da Casa

Cobras e ratos em jardim no Forte da Casa

Já se registou um pequeno incêndio no mato seco perto das habitações.

Moradores da Rua António Gedeão queixam-se do total abandono do jardim que deveria servir o local, apontando culpas à junta de freguesia.

Edição de 12.08.2015 | Sociedade
Os moradores da Rua António Gedeão, no Forte da Casa, queixam-se do abandono total do jardim que foi construído ao mesmo tempo que as urbanizações em torno cresceram, em 2003. Mato por cortar, passadiços de madeira partidos, dejectos de animais e, acima de tudo, ratos, cobras e lagartos a passearem livremente no espaço afastam a população de um espaço que foi um dos principais atractivos para povoar a zona.A O MIRANTE, Leonardo Rosário, um dos habitantes no local, fez questão de lamentar o estado a que chegou um jardim que há muito, diz, não vê qualquer intervenção por parte da junta de freguesia. “Lamento muito o estado a que isto chegou. Está assim há mais de três anos. Passam ocasionalmente por aqui, sobretudo no Inverno, cortam esporadicamente a erva, mas no Verão está sempre tudo abandonado. As pessoas acabam por não vir para aqui usufruir do espaço porque está mal tratado, completamente abandonado. Há por aqui ratos, cobras, lagartos enormes e não há condições para estarem aqui crianças”, salientou.Leonardo, militar da GNR na reserva, gostaria de passar mais tempo no local, que fica mesmo nas traseiras da sua casa, mas, aos 58 anos, vê-se confinado a outros espaços por falta de condições. “Ainda há alguns dias houve aqui um início de incêndio e foi um habitante que estava aqui a passear o cão que teve de o apagar, senão isto ardia tudo, mesmo aqui encostado às casas. Há aqui muito mato num estado de abandono total, sobretudo a parte de cima do jardim”, referiu.Junta promete intervenção para breveJorge Ribeiro, presidente da Junta de Freguesia da Póvoa de Santa Iria e Forte da Casa, tomou conhecimento da situação e explicou que há planos para intervir no local, mas referiu vários constrangimentos para o fazer de imediato. “É uma zona que vai ser intervencionada, mas não sei bem quando porque temos pessoal de férias e uma das máquinas está avariada. Mas está no plano de intervenções da junta que cobre uma vasta área”, explicou.Confrontado com a existência de cobras e ratos no local, o autarca explicou que “a Câmara de Vila Franca de Xira vai ser informada disso, mas está já a decorrer uma campanha de desratização em todo o concelho que deverá ajudar de alguma forma”, afirmou, não deixando ainda de referir alguns comportamentos que identifica como menos correctos. “Há alguma falta de civismo das pessoas que passeiam os animais no jardim e que os deixam fazer as suas necessidades sem depois as apanhar. Mas estamos a acompanhar essa situação e vamos intervir”, concluiu.
Cobras e ratos em jardim no Forte da Casa

Comentários

Mais Notícias

    A carregar...