uma parceria com o Jornal Expresso

Edição Diária >

Edição Semanal >

Assine O Mirante e receba o jornal em casa
30 anos do jornal o Mirante
Estratégia que levou à criação da marca Viver o Tejo explicada em brochura

Estratégia que levou à criação da marca Viver o Tejo explicada em brochura

Publicação editada pela Nersant está à disposição dos interessados
Edição de 19.08.2015 | Economia
A Nersant publicou uma brochura na qual explica a Estratégia de Eficiência Colectiva PROVERE-Mercados do Tejo, que deu origem à marca VIVER O TEJO. A publicação da Associação Empresarial da Região de Santarém está à disposição de todos os interessados.Recorde-se que a Associação Empresarial da Região de Santarém liderou um consórcio composto por 49 entidades públicas e privadas, reconhecido como Estratégia de Eficiência Colectiva PROVERE-Mercados do Tejo, cujo plano de acção visava levar a cabo actividades inerentes à dinamização, coordenação, acompanhamento, monitorização, gestão e animação desta parceria, incluindo a sua estratégia de promoção.Este plano incidiu na valorização do Tejo como agente percursor da estratégia de desenvolvimento económico de um território alvo, tendo como factor chave o seu potencial turístico diferenciado e de excelência. Relançando o papel do rio Tejo como eixo estratégico de dinamização e elemento identitário da região, este plano englobou um conjunto diversificado de actividades inovadoras, tendo o seu foque temático no Turismo e Lazer com Sustentabilidade Ambiental.Embora com um potencial irrefutável, esta região possuía um handicap na estruturação de oferta de produtos e serviços, pelo que o desafio de criação de uma rede integrada foi desde logo colocada no plano. Também a ausência de uma marca identitária constituiu um desafio. A marca VIVER O TEJO - Turismo, Cultura e Animação, tem o objectivo de despoletar a criação de pólos de atractividade que, aliados à preservação e valorização do património natural histórico e humano promovessem o crescimento económico, colocando em prática uma estratégia de valorização económica deste recurso endógeno, Rio Tejo, com identidade e especificidade.A dinamização desta marca, inserida na Estratégia de Eficiência Colectiva PROVERE-Mercados do Tejo, está agora explicada numa brochura editada pela NERSANT e que aborda, para além das principais acções do Provere, a estratégia de marketing da marca VIVER O TEJO, dando a conhecer a importância de criação do portal, bem como as rotas e pacotes turísticos disponibilizados pelo mesmo.De referir que em termos de enquadramento territorial esta estratégia foi levada a cabo em Abrantes, Alcanena, Constância, Entroncamento, Ferreira do Zêzere, Sardoal, Tomar, Torres Novas e Vila Nova da Barquinha, no Médio Tejo; Almeirim, Alpiarça, Azambuja, Benavente, Cartaxo, Coruche, Golegã, Rio Maior, Salvaterra de Magos e Santarém, na Lezíria do Tejo; e Gavião, no Alto Alentejo.Os interessados em obter esta publicação, podem contactar o Departamento de Apoio Técnico, Inovação e Competitividade da NERSANT, através dos contactos datic@nersant.pt ou 249 839 500.
Estratégia que levou à criação da marca Viver o Tejo explicada em brochura

Comentários

Mais Notícias

    A carregar...