uma parceria com o Jornal Expresso

Edição Diária >

Edição Semanal >

Assine O Mirante e receba o jornal em casa
30 anos do jornal o Mirante
Exposição suspensa para férias e manutenção cinco semanas após a inauguração

Exposição suspensa para férias e manutenção cinco semanas após a inauguração

“Modos, Medos e Mitos no tempo de Cabral” está em exibição na Casa do Brasil, em Santarém, até 30 de Abril de 2016, mas o edifício foi encerrado durante a segunda quinzena de Agosto, o que causou estranheza entre alguns cidadãos.

Edição de 26.08.2015 | Sociedade
A exposição “Modos, Medos e Mitos no tempo de Cabral”, inaugurada no dia 10 de Julho na Casa do Brasil, em Santarém, foi encerrada temporariamente durante as duas últimas semanas de Agosto para trabalhos de “manutenção”, segundo se lê num aviso colocado numa janela do imóvel, embora as razões também se devam às férias dos funcionários municipais que ali trabalham.A situação causou estranheza entre alguns cidadãos, não só por ter passado tão pouco tempo sobre a inauguração da exposição (patente até 30 de Abril de 2016) como por acontecer em pleno Agosto, mês em que muitos turistas visitam a cidade e em que decorre um diversificado plano de animação do centro histórico da cidade. Além disso, aquando da inauguração, não foi feita qualquer referência a uma possível suspensão temporária da exposição.Contactada por O MIRANTE, a vereadora com o pelouro da Cultura, Susana Pita Soares, disse que se viu confrontada com a necessidade de fechar a Casa do Brasil durante a segunda quinzena de Agosto. “As razões que determinaram essa decisão prendem-se com a necessidade de realizar algumas tarefas de manutenção, sempre difíceis de realizar noutras alturas do ano, bem como com questões de gestão de recursos humanos”, afirmou.A autarca esclareceu que o acolhimento de visitantes para a exposição exige a presença simultânea dos três técnicos que trabalham na Casa do Brasil, implicando conhecimentos especializados de dois deles. “No actual mapa de trabalhadores do município, não era pois possível ter alternativa para a sua substituição. Impunha-se assim optar entre privilegiar a população local, que tradicionalmente tem em Agosto o mês menos intenso de utilização dos equipamentos culturais, e os visitantes que a cidade recebe durante o Verão (que tradicionalmente também os visitam mais em Julho). Foi o que fizemos na expectativa de assim causar o menor impacto possível com a interrupção da oferta disponibilizada por este equipamento cultural”, justificou Susana Pita Soares.Exposição reabre a 31 de Agosto“Modos, Medos e Mitos no tempo de Cabral” é uma exposição multifacetada que reabre a 31 de Agosto e pode ser vista até 30 de Abril de 2016. Trata-se de um projecto arrojado e que, como disse o comissário da exposição, Luís Mata, durante a cerimónia de inauguração, procura reflectir “um período absolutamente ímpar da civilização”. Uma época a que Santarém está umbilicalmente ligada, pois nela viveu e está sepultado o homem que levou a armada portuguesa até ao Brasil, em 1500, e ajudou a dar novos mundos ao mundo. Ao longo dos vários pisos e salas da Casa do Brasil é evocada a época dos descobrimentos e o seu contexto histórico, da alimentação à ciência, da religião à arte e à geopolítica, através de múltiplas representações artísticas (quadros e esculturas, sobretudo), criações multimédia e objectos ligados à navegação marítima. A exposição foi montada por técnicos da autarquia e contou com importantes apoios mecenáticos.
Exposição suspensa para férias e manutenção cinco semanas após a inauguração

Comentários

Mais Notícias

    A carregar...