28º Aniversário | 18-11-2015 11:50

Menos serviços igual a menos pessoas

Um dos espelhos mais visíveis da desertificação de algumas zonas da região, sobretudo nos meios rurais e mais a norte, é o encerramento de escolas do primeiro ciclo por falta de alunos. Nos últimos anos encerraram vários estabelecimentos de ensino. A isto soma-se o encerramento de serviços públicos, como balcões da Segurança Social, que ainda afastam mais as pessoas dos concelhos mais pequenos. Já para não falar em postos de correios. A falta de uma indústria pujante também leva as pessoas a procurar outras paragens com mais oportunidades. Os concelhos mais a norte, como Mação ou Sardoal, há muito que lutam sem sucesso para inverterem a queda da natalidade e da redução da população, que nem uma auto-estrada à porta conseguiu fazer parar a desertificação.

Mais Notícias

    A carregar...

    Edição Semanal

    Edição nº 1368
    12-09-2018
    Capa Vale Tejo
    Edição nº 1368
    12-09-2018
    Capa Médio Tejo