28º Aniversário | 18-11-2015 11:25

“Quero acreditar que a justiça é igual para todos embora seja assaltado regularmente pela dúvida”

Tem alguma tatuagem ou já pensou em fazer uma? Não, não tenho qualquer tatuagem nem sou apologista. Acho que desenhar ou escrever no nosso corpo imagens ou mensagens representam um momento e/ou um estado de espírito que não será seguramente o mesmo ao longo das nossas vidas.Qual a tradição que nunca podemos deixar morrer? O Natal, porque é uma festa da família e um espaço de encontro e partilha entre gerações dentro da família.O respeitinho é muito bonito? No país dos “inhos”é bonito respeitar para também sermos respeitados.A beleza é fundamental? Não é de modo nenhum fundamental mas é bom gostarmos do que é belo. O ensino do fandango devia ser obrigatório nas escolas ribatejanas? Não gosto da palavra “obrigatório” usada para tudo. O Fandango faz parte das tradições da nossa região e como tal deve ser propiciado o seu ensino às nossas crianças mas com carácter facultativo.Quem gostaria de ser se não fosse quem é? Acho que estou muito bem e gosto muito de ser como sou.Gosta de uma boa discussão? Não sou muito de confrontos e procuro sempre consensos mas se tiver de ser é para ir até ao fim. Qual a promessa que fez a si próprio mais vezes no início de cada ano e que vai continuar a fazer porque ainda não conseguiu cumpri-la? Arrumar “papéis”. Sou muito desorganizado e os meus locais de trabalho parecem caóticos para quem os frequenta.Gosta de ir votar? Votar é exercer um direito que eu faço com gosto. O Facebook e as outras redes sociais melhoraram a sua vida? O Facebook serve-me (e não é pouco) para saber a data de anos dos amigos e pouco mais.Sabe o que anda a fazer neste mundo? Completamente. Quer do ponto de vista pessoal, familiar e profissional. A Justiça é igual para todos? Quero acreditar que a justiça é igual para todos embora seja assaltado regularmente pela dúvida.Quais as qualidades que mais aprecia numa pessoa? Honestidade, carácter, integridade, sensibilidade social, espírito de partilha.Fecha a água enquanto escova os dentes ou enquanto se ensaboa no banho? Tenho essa sensibilidade no que se refere ao escovar os dentes; quanto ao banho já tentei mas normalmente não consigo. O que seria para si uma tragédia? Ter de deixar de trabalhar.Já se sente à vontade a escrever com o novo Acordo Ortográfico? Continuo a escrever como me ensinaram porque me sinto mais confortável mas não sou fundamentalista. Qual a sua actividade preferida? Para descanso da mente gosto muito de actividades ao ar livre que obriguem a esforço físico. Gosta de grandes reuniões familiares? Sou um feroz defensor da família e é sempre bom quando nos podemos juntar à volta de uma mesa.Viu algum filme do cineasta Manoel de Oliveira do princípio ao fim? Nos seus primórdios, Aniki bóbó; Douro fauna fluvial. Mais tarde, Vale Abraão. À mesa, de que lado do prato é que deve ser colocado o telemóvel ou smartphone? O telemóvel foi, de início, um intruso entre as relações das pessoas mas aos poucos foi-se impondo e hoje só não está presente durante o banho porque ainda não é à prova de água.Quem lhe contava histórias quando era criança? A mãe. Sempre a mãe.Alguma vez assistiu a uma tourada ao vivo? Já, algumas e embora não seja um apreciador, tenho um imenso respeito e admiração por todos os intervenientes, incluindo o touro. Tem médico de família? Ainda não mas vou tratar disso.

Mais Notícias

    A carregar...

    Edição Semanal

    Edição nº 1373
    17-10-2018
    Capa Vale Tejo
    Edição nº 1373
    17-10-2018
    Capa Médio Tejo