uma parceria com o Jornal Expresso

Edição Diária >

Edição Semanal >

Assine O Mirante e receba o jornal em casa
30 anos do jornal o Mirante

Saneamento em Palhavã de Cima é prioridade dos SMAS de Tomar para 2016

Edição de 18.11.2015 | Economia
O saneamento básico em Palhavã de Cima, uma necessidade desta população já com muitos anos, é uma das prioridades do orçamento dos Serviços Municipalizados de Água e Saneamento (SMAS) de Tomar para 2016. A presidente do município, Anabela Freitas (PS), disse-o na reunião de câmara extraordinária onde se discutiram os orçamentos do município para o próximo ano. A autarca vai aproveitar um projecto já existente na câmara municipal para avançar com a intervenção.Além disso, Anabela Freitas também solicitou uma reunião com a EPAL (Empresa Portuguesa de Águas Livres) para analisar a possibilidade desta intervenção ser realizada em conjunto. “A nossa prioridade vai ser a Palhavã de Cima. Existia um projecto antigo e estamos a actualizar o respectivo valor do investimento a ser feito. Vamos tentar que haja uma divisão de custas entre os SMAS e o município. A ideia é que a autarquia fique responsável pelas pavimentações e os SMAS assegurem o saneamento e águas”, explicou. No entanto, a presidente sublinhou que é necessário reunir com a EPAL uma vez que a conduta que ali existe é de fibra de vidro e qualquer intervenção com máquinas pesadas pode provocar rupturas. “Queremos fazer uma intervenção conjunta e para isso a EPAL tem que substituir a conduta. É um projecto caro mas necessário, porque no centro da cidade temos aquela vergonha”, refere.Outras das intervenções previstas no orçamento do SMAS de Tomar para 2016 é a remodelação da rede na Soianda, na freguesia de Casais/Alviobeira, em Vale Meão, freguesia de Sabacheira e na Ponte da Vala, na freguesia urbana. Os tarifários vão manter-se iguais. A proposta foi aprovada por maioria com as abstenções dos vereadores do PSD (2) e do movimento Independentes por Tomar (1).

Comentários

Mais Notícias

    A carregar...