uma parceria com o Jornal Expresso

Edição Diária >

Edição Semanal >

Assine O Mirante e receba o jornal em casa
30 anos do jornal o Mirante

Tomar posições políticas sobre a tragédia da Legionella não viola o segredo de justiça

Edição de 24.02.2016 | O Mirante dos Leitores
Discordo por completo do coordenador da comissão para o desenvolvimento sustentável da Assembleia Municipal de Vila Franca de Xira, Hélder Careto, quando ele diz que seria uma irresponsabilidade fazer qualquer declaração sobre a tragédia que atingiu tantas famílias uma vez que o assunto da Legionella está em segredo de Justiça. O que estará em segredo de justiça é a investigação. Uma declaração política não interfere com a investigação nem viola o segredo de justiça. Houve mortes. Houve pessoas internadas. Tudo aconteceu no concelho de Vila Franca de Xira. Qualquer eleito local deve pugnar pela justiça e pela indemnização das vítimas e das famílias das vítimas e tem obrigação de não se calar nem pôr água na fervura. Já se sabe o que acontece muitas vezes em situações destas. Chega-se ao fim e a culpa morre sempre solteira, como diz o povo. Os relatórios são inconclusivos, não é possível relacionar o cu com as calças e coisas dessas. Ouvir os eleitos da assembleia municipal a entoar a mesma “ladainha” deve ser desanimador e desesperante para quem sofreu e sofre. Politicamente pode-se lutar. Se não forem as fábricas a pagar não deve ser o Estado a indemnizar as famílias? E porque não começa já? E a legislação em vigor é eficaz? Merece confiança? E assim como alguns políticos foram visitar as fábricas já houve visitas a famílias para saber como estão a aguentar-se? Isto é política e é solidariedade. E pode fazer-se sem violar o segredo de justiça.Rui Ricardo

Comentários

Mais Notícias

    A carregar...