uma parceria com o Jornal Expresso

Edição Diária >

Edição Semanal >

Assine O Mirante e receba o jornal em casa
31 anos do jornal o Mirante
Procura turística já ultrapassa a oferta no Alentejo e Ribatejo

Procura turística já ultrapassa a oferta no Alentejo e Ribatejo

Elogiado o dinamismo dos promotores na entrega dos prémios de Turismo

Presidente da Entidade Regional de Turismo do Alentejo e Ribatejo (ERTAR), Ceia da Silva, disse que sem empresários não há turismo. A secretária de Estado do Turismo apresentou o trabalho da ERTAR como um exemplo para o resto do país.  

Edição de 17.03.2016 | Economia
O presidente da Entidade Regional de Turismo do Alentejo e Ribatejo (ERTAR) revelou que a região registou em 2015 um total de um milhão e seiscentas mil dormidas. “Estamos a captar cada vez mais turistas para o Alentejo e Ribatejo. O ano passado tivemos um crescimento brutal em termos de procura e nesta altura a procura está a um nível superior ao da oferta”, disse António Ceia da Silva durante a entrega da 6ª edição dos “Prémios Turismo do Alentejo 2015” e da 2ª edição dos “Prémios Turismo do Ribatejo 2015”, que decorreu na tarde de domingo, 13 de Março, no auditório Centro de Artes, em Sines.Para Ceia da Silva os prémios de turismo simbolizam a forma da Entidade Regional de Turismo a que preside estar no território e são também uma maneira de motivar, elogiar e agradecer. “Os primeiros promotores de uma região são os seus habitantes e cada pessoa é um agente de promoção da sua terra. Todos somos importantes para construirmos um destino turístico. Se não houver simpatia e boa recepção os turistas vão para outro local porque o que não faltam são locais turísticos”, afirmou. O presidente da ERTAR informou que nos últimos cinco anos, no sector do Turismo, na região do Alentejo, houve um investimento de 394 milhões euros e foram criada 99 unidades de alojamento.“Os empresários investiram porque o negócio tornou-se apetecível, porque mudamos a imagem do destino e porque os empresários sentiram que valia a pena investir no Alentejo. Sem empresários não há turismo, nem nenhum outro sector. Quero que a Entidade Regional de Turismo do Alentejo e Ribatejo continue a ser o parceiro dos empresários e das autarquias. Vejam a ERT como uma entidade incontornável nos vossos projectos”, realçou.Ceia da Silva continua a defender a necessidade de aproveitar os fundos comunitários e recordou que a Entidade Regional de Turismo do Alentejo e Ribatejo foi a única do país que apresentou um documento estratégico na altura das candidaturas ao novo quadro comunitário, Portugal 2020, que lamenta estar dois anos atrasado. O presidente da ERTAR sublinhou que os prémios vão continuar a ser atribuídos por um júri e que não haverá votação online uma vez que, considera que, isso tira mérito e desvaloriza a iniciativa. Sobre a unidade territorial da Lezíria do Tejo, para a qual foi adoptada, por acordo entre todos os agentes, a designação Ribatejo, afirmou que as desconfianças iniciais, relativamente a uma Entidade que tinha o Alentejo deram lugar, muito rapidamente, a relações de amizade e confiança. “Eu nasci no Alentejo mas aprendi que nós somos dos locais onde nos tratam bem. No Ribatejo tenho sido bem tratado e tenho trabalhado com a minha equipa para corresponder da melhor forma àquilo que o Ribatejo espera de nós”, declarou. Presente na cerimónia esteve a secretária de Estado do Turismo, Ana Mendes Godinho, que elogiou o trabalho desenvolvido pela ERTAR nos últimos anos. “A Entidade Regional de Turismo do Alentejo e Ribatejo fez um enorme trabalho de estruturação de produto, de trabalho em rede, pôs os municípios a falar entre si e os empresários também. Por isso, o Alentejo e o Ribatejo são destinos de futuro. Desejo que Portugal tenha a capacidade de exportar o modelo da ERTAR e que todos tenhamos a capacidade de exportar o Alentejo e Ribatejo no mercado internacional”, referiu, garantindo que o Governo apoiará essa aposta.Ribatejanos orgulhos e felizes com prémios atribuídosNos Prémios “Turismo do Ribatejo” o Festival Nacional de Gastronomia de Santarém venceu na categoria “Melhor Gastronomia”. Em representação do município, o vereador Luís Farinha destacou o facto do certame se ter tornado, ao longo dos 36 anos de existência, num dos principais festivais de gastronomia do país. A Câmara de Santarém também venceu na categoria “Melhor Evento” com o projecto “In.Str/Iniciativa Verão In Str…é um espanto!”. A vereadora Susana Pita Soares, que subiu ao palco para receber a distinção, confessou estar feliz e satisfeita por ter o prémio na mão porque é de dezenas de funcionários do município e “são gentes de Santarém”, destacou.A Casa-Museu dos Patudos, em Alpiarça, ganhou na categoria “Melhor Projecto Público”. O presidente do município, Mário Pereira, disse ter orgulho em ver a Casa-Museu dos Patudos vencer o prémio e lembrou que aquele património foi legado ao município por José Relvas, o homem que proclamou a República da varanda da Câmara de Lisboa a 5 de Outubro de 1910. O autarca elogiou Ceia da Silva pelo trabalho desenvolvido sublinhando que trouxe uma nova dinâmica ao Ribatejo.Na categoria “Melhor Animação Turística” venceu o projecto “Santarém ao Luar – Mitos e Lendas”, da empresa Tejus – Eventos e Turismo, da Golegã. A Sociedade Agrícola da Quinta da Lagoalva venceu na categoria “Melhor Enoturismo”. O “Mês da Enguia”, de Salvaterra de Magos, venceu uma Menção Honrosa na categoria “Melhor Evento”. O prémio de Melhor Turismo Rural” foi atribuído à empresa Moinho.com. A Tejo Rádio Jornal, do Cartaxo, e a Rádio Íris, de Samora Correia, foram distinguidas pela ERTAR com um prémio extra-concurso.Prémios “Turismo do Alentejo”Melhor Evento: Prémios - 8º Festival Islâmico de Mértola e Festas do Povo de Campo MaiorMelhor Enoturismo: Prémio - Ribafreixo Wines     Menção Honrosa - Enoturismo Cartuxa e Herdade da Malhadinha Nova - Country House & SpaMelhor Gastronomia: Prémios - Mercearia Gadanha e Tasca do CelsoMenção Honrosa - Mostra de Doçaria em AlcáçovasMelhor Animação Turística: Prémio - Falcoaria Alter Real Menção Honrosa – Badoka Safari Park Melhor Turismo Rural: Prémio - Sublime Comporta Country Retreat & SPAMenção Honrosa - Quinta do VauHerdade da Malhadinha Nova - Country House & Spa e Pé no MonteMelhor Empreendimento TurísticoPrémio - Hotel Vila Galé ÉvoraMenção Honrosa – Maria Mar, Surf GuesthouseMelhor Projecto Público: Prémio - Forte da GraçaMenção Honrosa - Museu do Sabão e “Mina de Ciência: Explorar Ciência, Extrair Conhecimento”.Prémios Extra Concurso Distinção IniciativaAlmarte - Festival Internacional de Artes de RuaPortalegre Jazzfest Évora Hotel Prémio “Comunicação Alentejo / Ribatejo”Distinção comunicação: Rádio Pax/Rádio Voz da Planície/Rádio Vidigueira/Rádio Castrense/Rádio Nova Antena/Rádio Diana/Rádio Telefonia do Alentejo/Rádio Sines/Rádio Campanário/Rádio Portalegre/Rádio Elvas/Rádio Antena Mirobriga/Rádio Iris FM/Rádio Tejo JornalDistinção comunicação: Carlos Nascimento (SIC)Prémio ComunicaçãoRevista UPPrémio Agência Regional de Promoção Turística Externa do Alentejo/RibatejoPrémio - João Sampaio e Castro - Manuel PintoMelhor Iniciativa/Internacionalização 2015Reguengos de Monsaraz - Cidade Europeia do VinhoPrémio Especial “Turismo do Alentejo/Ribatejo”Distinção comunicação Francisco Alves Rito/Hugo Alcântara/Isabel Meira/José Carrilho/Mário Galego/Paulo Barriga/Paulo Nobre/Raul Tavares Prémio Especial Turismo do Alentejo Candidatura do Fabrico de Chocalhos a Património da Humanidade (Paulo Lima, Junta de Freguesia das Alcáçovas, Câmara Municipal de Viana do Alentejo, Turismo do Alentejo/Ribatejo)
Procura turística já ultrapassa a oferta no Alentejo e Ribatejo

Comentários

Mais Notícias

    A carregar...