uma parceria com o Jornal Expresso

Edição Diária >

Edição Semanal >

Assine O Mirante e receba o jornal em casa
30 anos do jornal o Mirante
Seminário promovido pela Nersant explicou alterações às normas ISO

Seminário promovido pela Nersant explicou alterações às normas ISO

Sessão decorreu em Santarém e contou com a participação de cerca de 150 pessoas
Edição de 17.03.2016 | Economia
Entraram em vigor a 15 de Setembro de 2015 as novas normas ISO referentes ao Sistema de Gestão da Qualidade - ISO 9001 e ao Sistema de Gestão Ambiental - ISO 14001. A Nersant - Associação Empresarial da Região de Santarém explicou as alterações às empresas numa sessão em Santarém e tem apoios para quem pretenda fazer as transições.A presidente da direcção da Nersant, Maria Salomé Rafael, esteve presente na sessão de abertura, onde começou por referir que a qualidade tem sido desde sempre uma prática da associação empresarial, a primeira a nível nacional a certificar-se. “A Nersant já apoiou a certificação de 150 empresas e 15 entidades da economia social”, revelou a responsável, que deu a conhecer o RING - Ribatejo Inovação na Gestão, projecto que a associação está neste momento a dinamizar e que tem apoio para a implementação ou actualização da norma ISO 9001. “Neste momento, 25 empresas estão prestes a iniciar a certificação através deste novo projecto”, divulgou.A APCER foi a entidade responsável pela apresentação das alterações às normas, tendo Maria Segurado falado das actualizações no âmbito da ISO 14001 - Sistema de Gestão Ambiental e Ricardo Marques, das alterações à ISO 9001 - Sistema de Gestão da Qualidade.De uma forma geral, a versão 2015 destas normas estão mais flexíveis e menos burocráticas, através da adopção da estrutura de alto nível (HLS) que permite uma abordagem integrada aos sistemas de gestão, bem como através do uso de linguagem e estilos de escrita simplificados, com o objectivo de melhorar a facilidade de entendimento, tradução e consistência de interpretação. Para além disso, as normas focam-se agora na gestão eficaz dos processos para produzir os resultados desejados, passando o contexto da organização a assumir grande importância.No âmbito do Sistema de Gestão Ambiental, as principais alterações dizem respeito a um maior destaque ao planeamento estratégico da Gestão Ambiental bem como à melhoria do desempenho ambiental. Todo o processo passa a ser pensado com base no ciclo de vida do produto, e o contexto da organização (riscos e oportunidades), ganha agora maior expressão. O envolvimento da gestão de topo em todo o processo é também uma das alterações verificadas.Quanto ao Sistema de Gestão da Qualidade, as principais alterações são a introdução de uma estrutura de dez cláusulas e texto comum às normas de sistemas de gestão, melhor adaptação aos serviços, menos requisitos prescritivos, maior flexibilidade na documentação, requisitos de liderança reforçados, maior ênfase no contexto da organização e maior foco no alcance dos resultados pretendidos para aumentar a satisfação do cliente.De referir que três anos após a publicação das normas ISO 9001:2015 e ISO 14001:2015, a norma antiga deixará de ser reconhecida e todos os certificados acreditados de acordo com a antiga norma serão invalidados e cancelados. Considerando o prazo definido para a transição, todos os certificados ISO 9001:2008 e ISO 14001:2004 emitidos após a publicação da norma revista terão a data de validade de Setembro de 2018. Organizações certificadas de acordo com as antigas normas e que não efectuem a transição para o novo referencial a esta data, perderão a sua certificação e terão de começar um novo ciclo de certificação.A Nersant tem neste momento um projecto financiado que permite apoio para a obtenção da certificação ou actualização da norma ISO 9001. Para mais informações, os interessados devem contactar o Departamento de Apoio Técnico, Inovação e Competitividade, através dos contactos datic@nersant.pt ou 249 839 500.
Seminário promovido pela Nersant explicou alterações às normas ISO

Comentários

Mais Notícias

    A carregar...