uma parceria com o Jornal Expresso

Edição Diária >

Edição Semanal >

Assine O Mirante e receba o jornal em casa
30 anos do jornal o Mirante
Jovem gestor dos azeites Val Escudeiro da Bemposta é um apaixonado pelo que faz

Jovem gestor dos azeites Val Escudeiro da Bemposta é um apaixonado pelo que faz

Formado em marketing, Pedro Santos, conhece bem a empresa e é capaz de desempenhar qualquer tarefa

É um homem tranquilo que gosta da pacatez do campo e que fala com entusiasmo do azeite que produz, que comercializa e que consome. Gosta de trocar impressões com “chefs” de cozinha, proprietários de restaurante e nutricionistas para conhecer melhor os clientes da Val Escudeiro. Gostava que as feiras dessem mais espaço e destaque a produtos de qualidade como o seu do que ao artesanato e advoga a organização dos produtores da zona de Abrantes.

Edição de 23.03.2016 | Três Dimensões
Pedro Santos tem trinta e um anos e está à frente da Val Escudeiro, uma empresa familiar de produção e comercialização de azeite situada na Chaminé, freguesia deBemposta, concelho de Abrantes, uma das melhores zonas do país para a produção de azeite. Tirou o curso de marketing na Guarda e estagiou em Lisboa numa empresa de nutrição desportiva e produtos farmacêuticos. Depois esteve a trabalhar numa empresa de turismo rural instalada numa herdade em Água Travessa, concelho de Abrantes. As suas funções eram inúmeras e variadas. Era ele quem tratava do marketing, da recepção do serviço de bar e chegou a estar ligado ao sector dos vinhos da herdade, nomeadamente tratando de questões relacionadas com a exportação. A sua polivalência e capacidade de trabalho mantiveram-se na empresa da família, a Val Escudeiro, que gere desde 2011. “Na empresa sei fazer tudo e quando é preciso meto as mãos na massa. Uso alguns conceitos do marketing que aprendi mas nesta área de negócio o que tem funcionado melhor tem sido o boca a boca. Os clientes que já conhecem os nossos produtos são a nossa melhor publicidade”, diz. O gestor também é um grande divulgador do que produz. E dá o exemplo. “Sou um grande consumidor de azeite. Para fritar uso azeite e as saladas também são temperadas com azeite. O azeite aguenta melhor altas temperaturas sem se degradar e é excelente consumido em cru”, afirma Pedro Santos, lamentando que os produtores da zona de Abrantes não estejam melhor organizados. “A região de Abrantes é muito forte na produção de azeite de alta qualidade e devia haver uma associação que juntasse os produtores na defesa e promoção deste produto tão saudável. Devia também promover-se a gastronomia da região associada ao azeite. Já participei em feiras mas nunca ganhei muito com isso. A maioria estão mais viradas para o artesanato e para outro tipo de produtos. A nossa empresa está mais virada para a parte industrial e não tanto para o consumidor final”, conta. Os meses de produção são Outubro, Novembro e Dezembro. São cerca de quinhentos produtores que colocam a azeitona na fábrica Val Escudeiro. Uma parte é comprada pela empresa. Outra parte é trocada por azeite. O investimento feito em novas máquinas e na renovação da linha de produção vai permitir melhorar em termos de qualidade e ao nível da quantidade da azeitona processada. O percalço resultante do atraso na entrega das máquinas em 2015 que acabou por prejudicar a laboração vai ser superado já este ano. O ano passado a Val Escudeiro recebeu 300 toneladas de azeitona.Os dias de Pedro Santos nunca são iguais. “Tanto posso estar a fazer o embalamento do produto como a trabalhar na parte comercial e no contacto directo com os clientes”, e também é ele que faz algumas entregas. A Val Escudeiro tem uma centena de clientes nacionais. A maioria são restaurantes, hotéis e instituições. Também vende directamente a particulares mas em menor quantidade. A maior parte do azeite é vendido no concelho de Abrantes mas na lista de clientes também estão restaurantes e hotéis dos distritos de Leiria e Lisboa. O facto de ter contactos directos com muita gente permitiu ao gestor utilizar com mais proveito os conhecimentos adquiridos em termos académicos. “Quando trabalhei na área do marketing não gostava muito de falar com os clientes mas agora que conheço bem o produto que comercializo é uma das partes que me dá mais prazer. Falo com os “chefs” de cozinha, donos de restaurantes ou até directores de hotéis e no caso das instituições falo com os nutricionistas. Apendemos mutuamente”, explica. Amante da tranquilidade do campo, Pedro Santos sente-se bem na Bemposta. Os poucos tempos livres que tem são passados com amigos e em casa com a família. Na altura de se despedir do jornalista de O MIRANTE faz um breve resumo da Val Escudeiro para que os leitores a conheçam melhor. “Somos uma empresa familiar, fundada em 2004, no concelho de Abrantes. A nossa marca de referência é Val Escudeiro. O nome advém da localização histórica do próprio lagar. Fabricamos um produto de elevada qualidade e pureza. O azeite Val Escudeiro é obtido única e exclusivamente por processos mecânicos, a partir essencialmente de azeitona galega que é considerada a melhor variedade de azeitona para a produção de azeite. O nosso objectivo primordial passa por garantir aos consumidores um azeite de excelente qualidade.”.
Jovem gestor dos azeites Val Escudeiro da Bemposta é um apaixonado pelo que faz

Comentários

Mais Notícias

    A carregar...