uma parceria com o Jornal Expresso

Edição Diária >

Edição Semanal >

Assine O Mirante e receba o jornal em casa
30 anos do jornal o Mirante
Águas de Santarém com resultados positivos em ano de forte investimento

Águas de Santarém com resultados positivos em ano de forte investimento

Empresa municipal que gere os sistemas de abastecimento de água e de saneamento básico no concelho de Santarém teve um lucro de 445 mil euros em 2015. Um resultado que dificilmente se repetirá em 2016, devido ao aumento da factura energética decorrente da entrada em funcionamento de vários novos equipamentos.

Edição de 06.04.2016 | Economia
Apesar de ter investido fortemente na rede de saneamento básico em 2015, a empresa municipal Águas de Santarém obteve um resultado positivo no exercício do ano passado no valor de 445 mil euros, melhorando o desempenho face ao ano de 2014. Esse quadro resulta em parte do facto de, pela primeira vez, a empresa ter ultrapassado a fasquia dos 8 milhões de euros no capítulo das vendas e prestação de serviços. Um objectivo que já vinha sendo perseguido há algum tempo, como referiu a administradora executiva Teresa Ferreira na reunião de câmara de segunda-feira, 4 de Abril, onde as contas foram aprovadas pelo executivo camarário com os votos da maioria PSD. A oposição PS e CDU absteve-se. Teresa Ferreira disse mesmo que um resultado positivo desse valor dificilmente será repetível em 2016, já que se prevê um aumento significativo dos custos energéticos e outros em virtude da entrada em funcionamento de todo o sistema de saneamento básico, nomeadamente das novas estações de tratamento de águas residuais (ETAR) e estações elevatórias.A oposição registou a melhoria dos resultados, mas o vereador Jorge Luís (CDU) considerou “preocupante” a diminuição de consumo de água verificada em 2015, pelo que, concluiu, a melhoria dos resultados advém do aumento do tarifário. Teresa Ferreira confirmou a redução de consumos e também de clientes (cerca de menos 190 em Dezembro de 2015 face a igual mês de 2014), factores contrabalançados com a substituição de contadores, as campanhas de recuperação de leituras e reforço da fiscalização.Já o vereador Ricardo Segurado (PS) salientou o aumento dos custos com pessoal e serviços externos, pondo mesmo em causa a necessidade de a empresa ter 127 pessoas (mais 7 que no final de 2014) ao seu serviço. O aumento de pessoal foi justificado por Teresa Ferreira com a contratação de duas pessoas que irão prestar serviço no balcão da Águas de Santarém na nova Loja do Cidadão e também de operadores para as novas ETAR. A administradora garantiu ainda que o quadro de pessoal não irá aumentar em 2016.Quanto aos serviços externos contratados, Teresa Ferreira referiu que aumentaram 300 mil euros no ano passado, mas desse valor 240 mil euros dizem respeito apenas a electricidade, pois os custos da energia dispararam com a entrada em funcionamento de novos equipamentos. Refira-se que em 2015 ficaram concluídas todas as empreitadas da rede de saneamento básico e foram activados alguns equipamentos, mas só durante 2016 estarão em exploração todos os subsistemas.Aliás, o presidente da Câmara de Santarém, Ricardo Gonçalves (PSD), que é também, presidente do conselho de administração da Águas de Santarém, aproveitou para lembrar que no dia 21 de Abril vão ser inaugurados mais dois equipamentos: a estação elevatória de Santarém e a ETAR de Abrã.
Águas de Santarém com resultados positivos em ano de forte investimento

Comentários

Mais Notícias

    A carregar...