uma parceria com o Jornal Expresso

Edição Diária >

Edição Semanal >

Assine O Mirante e receba o jornal em casa
30 anos do jornal o Mirante

Oposição critica atraso no arranque das obras em avenida de Ourém

Edição de 06.04.2016 | Sociedade
O executivo municipal de Ourém aprovou, com os votos contra dos três vereadores da Coligação Ourém Sempre (PSD/CDS), o projecto da obra de requalificação da Avenida D. Nuno Álvares Pereira, a principal via de Ourém, no centro da cidade. Os vereadores da oposição justificaram o seu voto contra com o facto de “desde Fevereiro de 2014, quando o presidente da câmara municipal referiu, em assembleia municipal, que o processo de requalificação global desta avenida seria feita, de forma definitiva e sem novos remendos, daqui a dois ou três meses. Mais uma vez a retórica verbal não teve efeitos práticos e cerca de 18 meses depois - em Agosto do ano passado - voltou a abordar o mesmo assunto, anunciando que as obras iriam começar em Janeiro de 2016, o que ainda não aconteceu”, afirmaram durante a discussão do ponto em reunião camarária.Segundo o presidente da Câmara de Ourém, Paulo Fonseca (PS), esta obra vai ter um investimento de mais de 1,5 milhões de euros e contempla uma intervenção de “grande complexidade” ao longo de 1,5 quilómetros, desde a rotunda no cruzamento com a Rua dos Álamos até à saída em direcção a Tomar, na Estrada Nacional 113. No entanto, a possibilidade de financiamento comunitário, no âmbito do programa Portugal 2020, ainda não está garantida. O projecto inclui uma faixa de rodagem com uma via em cada sentido, sendo a sua largura variável para melhor se adaptar ao espaço disponível. Sempre que necessário existirá uma faixa adicional para viragem à esquerda.O estacionamento será distribuído ao longo de toda a rua, sempre que a dimensão do espaço também o permita. Em relação ao estacionamento, o número de lugares para viaturas ligeiras mantém-se igual ao existente. Haverá algum mobiliário urbano e equipamentos nomeadamente bancos, papeleiras e ecopontos/ilhas ecológicas. O trânsito e acesso ao local onde será feita a intervenção estarão condicionados durante o tempo em que decorrer a obra.

Comentários

Mais Notícias

    A carregar...