uma parceria com o Jornal Expresso

Edição Diária >

Edição Semanal >

Assine O Mirante e receba o jornal em casa
30 anos do jornal o Mirante

Hospital de Santarém diz que cidadão que pode cegar de um olho dificultou diagnóstico

Edição de 13.04.2016 | O Mirante dos Leitores
O Ministério da Saúde e o Hospital Distrital de Santarém, na pessoa do administrador José Josué, estão a ocultar a verdade sobre o meu caso e a compactuar com um caso de negligência médica e falta de atendimento e assistência médica e clínica.Aos 29 dias de Dezembro de 2015, na minha primeira ida a esse hospital e logo na triagem, queixei-me à senhora enfermeira Catarina Madeira e depois ao médico que me assistiu, Dr. Frederico Vera Cruz, de dores insuportáveis, perda imediata e total de visão do olho direito. Disse-lhes que estava a trabalhar e que só senti uma pancada no olho mas que sentia qualquer coisa a arranhar o mesmo.Já perguntei através do livro amarelo ao Hospital de Santarém que exames, raio x ou outros me fizeram, para me dizerem que só tinha equimose traumática com ligeira hemorragia subconjuntival do olho direito? Até hoje não obtive qualquer resposta. E também pergunto: afinal quem é o médico? Sou eu? Continuo sem ver deste olho graças ao Hospital de Santarém e a este médico.Já entrou o meu advogado com processo judicial contra o Hospital de Santarém e as pessoas responsáveis por esta negligência e erro médico e total desprezo e desrespeito pela saúde e vida do ser humano. Apelo aos responsáveis pelo Hospital de Santarém para que tenham a dignidade e a coragem de assumirem o que me fizeram e que falem a verdade em vez de omitirem.Manuel João Rebelo

Comentários

Mais Notícias

    A carregar...