uma parceria com o Jornal Expresso

Edição Diária >

Edição Semanal >

Assine O Mirante e receba o jornal em casa
30 anos do jornal o Mirante

Aprovados mais apartamentos para a urbanização da Malvarosa em Alverca

Proposta foi polémica mas acabou por passar na Câmara de Vila Franca de Xira

Promotor da obra propôs-se efectuar benfeitorias na urbanização como contrapartida, mas não disse em que montantes.

Edição de 13.04.2016 | Sociedade
Após dois chumbos consecutivos a proposta de alteração ao loteamento da Malvarosa em Alverca, que prevê um aumento da construção de apartamentos naquela urbanização, acabou aprovado em reunião de câmara realizada na última semana em Alhandra. Isto depois do promotor da obra se ter comprometido com a Câmara de Vila Franca de Xira a realizar benfeitorias na urbanização - embora sem especificar até que valores - e depois dos socialistas terem aceite uma proposta da CDU que defende que uma parte das taxas cobradas pelo aumento da construção, cerca de 60 mil euros, seja investido em melhorias naquela urbanização, que é das maiores do concelho. Ao todo foi aprovado um aumento de mais de mil metros quadrados de construção num único lote. Entre as alterações expressas no documento está a intenção de passar um prédio de 3 para 4 caves, construção de 12 novos lugares de estacionamento e construção de cinco fogos adicionais, alargando todo o prédio e aumentando em 80 metros quadrados a área disponível por piso. Pelas contas da Coligação Novo Rumo (liderada pelo PSD), isso significaria uma valorização do prédio para o promotor da obra de um milhão e 500 mil euros. O presidente do município, Alberto Mesquita (PS), desmente toda essa valorização.O documento foi aprovado com a abstenção da CDU e o voto contra da Coligação Novo Rumo. Os sociais-democratas só se mostraram disponíveis para votar favoravelmente caso o promotor indicasse qual o valor concreto das benfeitorias que pretende realizar na urbanização.“Os moradores da Malvarosa queixam-se da insalubridade daquele lote e com razão. Era importante encontrar soluções para resolver aquele problema. Temos de ser justos, o promotor sempre se disponibilizou para melhorar algumas zonas daquela urbanização. Esta alteração vem harmonizar urbanisticamente todo o espaço. Fica a minha garantia que me vou empenhar junto do promotor para retirar todas as mais-valias que seja possível retirar da operação”, assegurou o presidente da câmara. Alberto Mesquita acrescenta ainda que a obra vai gerar “dinâmica económica” e postos de trabalho que abrem, no seu entender, “perspectivas muito interessantes” que poderão “valorizar a dinâmica da Malvarosa”.A Malvarosa nasceu em 2006 no local onde antigamente se encontravam as instalações da metalúrgica Mague e é uma das maiores do concelho de Vila Franca de Xira, situada a poucos minutos do nó de acesso à Auto-Estrada do Norte (A1) e habitada por centenas de famílias.

Comentários

Mais Notícias

    A carregar...