uma parceria com o Jornal Expresso

Edição Diária >

Edição Semanal >

Assine O Mirante e receba o jornal em casa
30 anos do jornal o Mirante
E porque não descentralizar?

E porque não descentralizar?

Manuel Rodrigues, 65 anos Cabeleireiro na Chamusca e em Ulme

Edição de 27.04.2016 | Especial Ascensão

Manuel Rodrigues concordava com a descentralização do programa da Ascensão pelas freguesias do concelho. “Levava pessoas às freguesias que estão a ficar ao abandono. Estão a fechar escolas, postos médicos, etc.”.
Mantendo a festa o figurino actual, defende que as freguesias deviam ter um papel mais activo participando com as suas “tasquinhas” e com os ranchos folclóricos que existissem no seu território.
Sobre a mudança política a nível nacional na sequência das últimas eleições para o Parlamento refere que ainda não houve muitas alterações mas que se nota que está a ser trilhado um “bom caminho”. Acredita que o concelho da Chamusca vai crescer e diz que nos últimos tempos não notou saída de jovens, apesar de reconhecer que o sector industrial já viu melhores dias.
Cabeleireiro na Chamusca e Ulme, de onde é natural, Manuel Rodrigues nota que as pessoas têm menos dinheiro mas não desanima. “Nós é que temos de nos adaptar. Há dez anos que não altero a tabela de preços”, diz.
Confessa que é fiel às tradições e que gosta de participar nas iniciativas ligadas à sua terra. “Ajudo as tasquinhas. Fui treinador de futebol já lá vão uns vinte anos,” conta.

E porque não descentralizar?

Comentários

Mais Notícias

    A carregar...