uma parceria com o Jornal Expresso

Edição Diária >

Edição Semanal >

Assine O Mirante e receba o jornal em casa
30 anos do jornal o Mirante

Santa Casa da Misericórdia do Entroncamento - Serviço de Medicina

Edição de 05.05.2016 | Especial Saúde

António Nunes*

A Santa Casa da Misericórdia do Entroncamento (SCME) é uma Instituição Particular de Solidariedade Social, sem fins lucrativos, que tem como principal missão a diminuição de carências sociais e a prestação de serviços de apoio diversificado à comunidade. Atualmente, a SCME divide a sua área de intervenção a nível social e de saúde tendo para este fim quatro infra-estruturas: O Hospital São João Baptista (1956), o Lar Fernando Eiró Gomes (1979), O Lar Santa Casa da Misericórdia (2009) e a Unidade de Cuidados Continuados – Manuel Fanha Vieira (2010).
Até aos dias de hoje as palavras inovação e diferenciação têm sido uma constante na gestão desta instituição, sempre com um objetivo de apresentar os melhores cuidados e serviços à população. Atualmente, a SCME apoia, diariamente, 1128 pessoas (dados oficiais da União das Misericórdias Portuguesas), sendo, a nível distrital, a misericórdia com o número mais elevado.
Ao nível da saúde, o Hospital São João Baptista destaca-se, a nível regional, por ser um dos mais completos hospitais, tanto nas diversas consultas de especialidade que proporciona, como ao nível de exames, cirurgias e consultas de clínica geral.
O Serviço de Medicina, uma das valências deste Hospital, é um exemplo de resposta às necessidades sentidas na comunidade e surge no sentido de dar apoio, não só ao nível da prestação de cuidados de saúde, no acompanhamento e recuperação dos utentes, como igualmente a nível social, no que diz respeito ao apoio a familiares.
Com capacidade de internamento para 19 utentes, o serviço de Medicina da SCME tem acordo com vários subsistemas de saúde, onde se incluem a ADSE e IASFA. Tem uma equipa multidisciplinar constituída por Médicos, Enfermeiros, Educadora Social, Psicóloga, Assistente Social e vários Terapeutas da área de Reabilitação.
Com cuidados médicos diários e cuidados de enfermagem 24 horas por dia, o acompanhamento do utente é constantemente assegurado. Este serviço disponibiliza, igualmente, medidas de suporte respiratório, como oxigenoterapia e aspiração de secreções e ventilação não invasiva; prevenção ou tratamento de úlceras; manutenção e tratamento de estornas; cuidados por síndromes, potencialmente recuperáveis a médio prazo, designadamente, a depressão ou confusão; desnutrição, eficiência e ou segurança da locomoção; programa de reabilitação funcional; programa de reabilitação funcional ao nível da manutenção; tratamento por síndrome de imobilização; cuidados de saúde, por patologia aguda e ou crónica estabilizada e défice de autonomia nas atividades da vida diária; cuidados por patologia crónica de evolução lenta, com previsão de escassa melhoria clínica, funcional e cognitiva.
O Serviço de Medicina pode ainda ser um recurso para familiares que necessitem de apoio nos cuidados de saúde do doente pelas mais variadas razões. Síndromes como: depressão, confusão, desnutrição/problemas na deglutição, deterioração sensorial ou compromisso da eficiência e/ou segurança da locomoção são alguns dos casos que poderão ser considerados no recurso a este serviço.
* Enfº Chefe da SCME desde 2014 / Enfº da Comissão de Controle da Infeção e Resistência a Antimicrobianos
Licenciatura em Enfermagem e Formação em Sistemas de Gestão de Qualidade CBA/JCI

Comentários

Mais Notícias

    A carregar...