uma parceria com o Jornal Expresso

Edição Diária >

Edição Semanal >

Assine O Mirante e receba o jornal em casa
30 anos do jornal o Mirante

Almeirim mantém sinalização que a GNR considera confusa

Edição de 12.05.2016 | O MIRANTE dos Leitores

Tal como as obras devem obedecer a projectos e estes a regulamentos legais e os projectos e as obras devem ter execução sob a responsabilidade de engenheiros qualificados e credenciados também os projectos de construção e reparação das rodovias, inclusive rotundas e a respectiva sinalização rodoviária devem ser projectados e implementados sob a direcção e responsabilidade de engenheiros com a especialidade rodoviária. Assim evita-se que os autarcas usem da sua autoridade para se intrometerem e forçarem a execuções fora das suas competências legais e profissionais. A legislação rodoviária tem de ser revista de modo a determinar a responsabilidade de todos os intervenientes no sistema rodoviário e não só dos condutores, como actualmente acontece. O sistema rodoviário, como muita da organização do Estado, funciona ainda ao estilo salazarista. Na altura, as faltas e falhas legislativas eram colmatadas pela autoridade de quem “tinha força e podia mandar (até o motorista do ministro tinha autoridade). É por isso que num regime democrático como o nosso acontecem casos, como o que a peça noticia, de desentendimentos entre a GNR e a autarquia. O vazio legal não
impede que uma entidade faça e a outra, com autoridade para não concordar, não tenha força para o impedir.
J. Cristo

Como cidadão gostava que as diversas entidades com competência na área do trânsito, nomeadamente nas cidades, fizessem um esforço para se entenderem em vez de nos criarem dúvidas. Também gostava que os condutores fossem ouvidos, embora reconheça que é mais fácil formar uma comissão de pais numa escola do que uma associação de condutores numa cidade.
Marcelo Mira de Campos

Comentários

Mais Notícias

    A carregar...